WhatsApp denunciará disparo de mensagens em massa

WhatsApp-Pay
Foi criado um chatbot no app para ajudar na circulação de dados oficiais do TSE (Foto: Divulgação)
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou, na quarta-feira (30/9), uma parceria com o Facebook Brasil e o WhatsApp Inc. para combater a desinformação e abusos durante as Eleições 2020. 

Segundo o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, a grande vantagem dessa parceria é a tentativa de eliminar a circulação de notícias falsas, impulsionamentos ilegais e uso de perfis falsos. Também será estabelecido um canal de comunicação específico com o TSE para denunciar contas suspeitas de realizar disparos em massa, o que não é permitido nos Termos de Serviço do aplicativo nem pela legislação eleitoral.

Recebidas as denúncias, o WhatsApp conduzirá uma apuração interna para verificar se as contas indicadas violaram as políticas do aplicativo e, se for o caso, bani-las. O canal será desativado em 19 de dezembro com o fim do processo eleitoral deste ano.

Acordo

O acordo de cooperação com o WhatsApp Inc. apresenta uma medida inédita: a criação de um chatbot no WhatsApp para ajudar na circulação de dados oficiais do TSE sobre o processo eleitoral e a votação. Basta adicionar o número +55 61 9637-1078 na lista de contatos ou acessar o serviço através do link wa.me/556196371078 para iniciar uma conversa com o canal interativo. 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 30 Outubro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário