Para turbinar vendas, empresas oferecem novos modelos de compra

Construtora oferece esta condição para imóveis residenciais e comerciais que já foram entregues (Foto: Divulgação/MPD)
Com a queda da taxa Selic para 5,5% ao ano e a possibilidade de reaquecer o mercado imobiliário, as construtoras e incorporadoras passaram a oferecer diferentes formatos de vendas e condições de pagamento para incentivar quem quer adquirir um imóvel. É o caso da MPD Engenharia, que atua há 37 anos na região e desenvolveu o "Invista seu Aluguel". Este modelo permite que o valor pago no aluguel da unidade seja revertido para a compra do local. 

"Essa forma de pagamento é uma chance ótima para muitas pessoas realizarem o sonho de ter seu imóvel próprio sem precisar fazer um alto investimento de imediato no momento de fechar negócio. Oferecer oportunidades e possibilidades para os clientes é algo que as empresas precisam disponibilizar. São formas de auxiliarmos no aquecimento do setor, por exemplo'', destacou Débora Bertini, diretora de incorporações da MPD.

Entenda o modelo
Funciona assim: por um período de até 30 meses, que geralmente é o mesmo prazo de contrato de locação, o cliente paga o aluguel e, após esse tempo, o valor pago é revertido como entrada para compra do imóvel alugado. Segundo a incorporadora, as parcelas são fixas e sem juros, trazendo facilidade e segurança ao futuro proprietário. A condição vale para todos os empreendimentos prontos da construtora, tanto residenciais como para comerciais. 

O cliente pode ainda optar em fazer um financiamento direto com a MPD, passando por uma atualização da análise de crédito, parâmetros de análise pré-definidos em contrato.

Além disso, a empresa acompanha o vencimento dos contratos de locação e oferece um plantão de dúvidas com assessores financeiros para auxiliar os interessados. 

Veja mais notícias sobre Imóveis.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 12 Dezembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário