Na tendência nacional, Barueri tem alta no preço de locação residencial

Valor médio do aluguel no município foi de R$ 28,42 (Foto: Rodrigo Albertini/Arquivo Folha de Alphaville)

O Índice FipeZap de Locação Residencial encerrou o mês de março de 2019 com variação nominal de +0,61% - a quarta alta consecutiva. O percentual de março, todavia, permaneceu abaixo da inflação do mês medida pelo IPCA/IBGE (+0,75%), resultando em ligeira queda real do preço médio de locação de imóveis residencial no último mês (-0,14%). Em Barueri, a alta no índice foi de 0,27%.

Entre as 11 capitais monitoradas pelo índice, Florianópolis foi aquela que apresentou a maior elevação de preço de locação residencial em março (+1,89%). Já Goiânia, foi a única capital monitorada a registrar queda no período (-0,04%).

Ao final do primeiro trimestre de 2019, o indicador acumula alta nominal de 1,68%, face à inflação de 1,51% calculada pelo IPCA (IBGE) e de 2,16%, de acordo com o IGP-M (FGV). A comparação entre a variação acumulada do Índice FipeZap e a inflação medida pelo IPCA (IBGE) impõe ao preço médio de venda de imóveis residenciais uma alta real de 0,17% nos três primeiros meses do ano.

Nos últimos 12 meses, o FlipeZapa de Locação residencial acumula alta nominal (+2,54%), mas com variação inferior à dos preços na economia brasileira nos últimos 12 meses: 4,58%, segundo o IPCA (IBGE), e 8,27%, segundo o IGP-M (FGV). Apesar da alta recente, a variação real do Índice no período permanece negativa (-1,95%) na comparação com o IPCA/IBGE.

Entre as capitais monitoradas, Belo Horizonte se destacou com o maior aumento nominal de preço no período (+7,42%), superando, juntamente com Brasília (+7,34%), Curitiba (+6,69%) e Recife (+6,51%), a inflação medida pelo IPCA. Por outro lado, Rio de Janeiro, Salvador e Fortaleza ainda apresentam recuo do preço médio do aluguel residencial, respectivamente, de 2,36%, 1,76% e 1,09%.

Preço médio
O preço médio de locação residencial em março de 2019 foi de R$ 28,42/m² entre as 25 cidades monitoradas pelo Índice FipeZap. Considerando as 11 capitais monitoras, São Paulo se manteve como a capital com o preço do m² mais elevado (R$ 37,65/m²), seguido por Rio de Janeiro (R$ 30,54/m²) e Brasília (R$ 28,11/m²). Já entre as capitais monitoradas com menor valor médio de locação residencial no último mês analisado, destacaram-se: Fortaleza (R$15,77/m²), Goiânia (R$16,28/m²) e Curitiba (R$ 18,33/m²).

Em Barueri, o preço médio do metro quadrado ficou em R$28,42. 

Veja mais notícias sobre Imóveis.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 16 Dezembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário