Governo Federal coloca à venda balcão em Barueri

Propriedade de Barueri fica na rua Jussara, nº 1.250, Jardim Santa Cecília

Quatro imóveis no Estado de São Paulo, pertencentes à União, serão colocados à venda pelo Governo Federal. Eles estão avaliados em R$ 200 milhões. Os dois editais que tratam sobre as vendas foram publicados no Diário Oficial da União na última semana.

Os imóveis são localizados em São Paulo, Campinas, Santos e Barueri e serão licitados por meio de concorrência pública, na qual o interessado oferece uma proposta. A vencedora será a de maior valor, por quantia igual ou superior ao preço mínimo constante no edital.

Será necessário o pagamento de uma caução no valor de 5% do valor do imóvel pretendido. A sessão pública para abertura dos envelopes será no dia 12 de agosto.

O imóvel de Barueri fica localizado na Rua Jussara, nº 1.250, no bairro Jardim Santa Cecília. Trata-se de um terreno plano, no qual foram incorporados um galpão e outras construções, sendo composto por três imóveis ao todo.

A área total é calculada em 214.683 metros quadrados e a área construída em 101.333 metros quadrados. A propriedade foi avaliada em R$ 140.352.487.

Já o imóvel de Campinas fica no bairro Bonfim e é um terreno e edifício construído em concreto armado e alvenaria de tijolos, constituído de 3 corpos principais, sendo o central parte de 04 pavimentos. O local é avaliado em R$ 6.690.321.

O imóvel de Santos fica no bairro Macuco e trata-se de um Terreno plano, de meio de quadra, com duas testadas, utilizado atualmente com conjunto com outros 38 terrenos contíguos da União. O espaço é avaliado em R$17.568.153.
A propriedade de São Paulo fica no bairro Jaguaré e é um Terreno plano ao qual foram incorporados um galpão com laboratório, uma guarita, um escritório, 2 depósitos, uma oficina e área para estacionamento. O imóvel foi avaliado em R$ 33.878.265.

Como será
Poderão participar da concorrência pessoas físicas e jurídicas, desde que seja paga a caução e apresentados os documentos exigidos nos editais. Servidores do Ministério da Economia não poderão participar da licitação.

Segundo Fernando Bispo, secretário de Coordenação e Governança do Patrimônio da União (SPU), vinculada à Secretaria Especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, esses editais são os primeiros de uma série de imóveis que o governo pretende vender este ano."Esses primeiros imóveis a serem comercializados são um balão de ensaio na busca de potenciais investidores. Mas, para além disso, é a primeira sinalização de que a SPU começa a tirar do papel o compromisso de aprimorar a gestão do patrimônio", disse Bispo.

Veja mais notícias sobre Imóveis.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 19 Setembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário