Santana de Parnaíba fica entre as 30 cidades menos violentas do Estado

Nesta segunda-feira (5), o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou o Atlas da Violência dos Municípios Brasileiros. O estudo tem como base dados do ano de 2017. O levantamento apontou que, entre os municípios com mais de 100 mil habitantes, Jaú é a cidade menos violenta, seguida de Indaiatuba e Valinhos, todas em São Paulo. No ranking dos 20 municípios menos violentos, 14 são paulistas.

Melhor rankeada na região, Santana de Parnaíba, com 131.887 habitantes, ficou entre as 30 cidades menos violentas do estado em 2017, com 12 mortes, e taxa de 12,8 homicídios, porém, na edição anterior do Atlas da Violência, em 2016, a taxa era de 7,7, um aumento de quase cinco pontos. O município de Barueri, que segundo o Atlas tinha população de 267.534 em 2017, registrou 19,8 mortes para cada 100 mil habitantes, mas, no ano anterior, a taxa era de 20. Gestões dizem que investem em ações para diminuir os índices. 

Itapevi, que segundo o censo tem 229.502 habitantes, anotou 37 mortes (taxa de 21,3) e Jandira, com população de 121.492, registrou 21 mortes (taxa de 23) são consideradas pelo estudo as mais violentas, à frente de Osasco, com 697.886 habitantes, 101 mortes e taxa de 18,8 mortes. 

Metodologia

O estudo analisou 310 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes em 2017 e fez um recorte regionalizado da violência no país. O documento foi produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).


Ações municipais

Segundo a Prefeitura de Santana de Parnaíba, a gestão investe mais de R$ 40 milhões em segurança pública na cidade. O município conta com câmeras do Sistema Detecta, em que as imagens dos veículos são analisadas por uma central de monitoramento, e recentemente renovou a frota da Guarda Municipal Comunitária (GMC), com a aquisição de 50 novos veículos. Com a entrega, a GMC passou a contar com 36 viaturas e 12 motos que são distribuídas nas regiões do município conforme o planejamento operacional, direcionado pelos indicadores criminais. 

De acordo com a administração de Barueri, a Guarda Municipal realiza ações e operações de bloqueios e saturação. Recentemente, o bulevar central recebeu uma nova base, com sistema de videomonitoramento. Outro destaque é a Central de Videomonitoramento com mais de 500 câmeras 24 horas. Atualmente, a GCM conta com o efetivo de 553 guardas, uma frota de 88 viaturas e 21 motocicletas. Recentemente, o 20º Batalhão da PM recebeu 10 novos carros e duas motos. do governo do Estado, e uma nova sede construída pela prefeitura.

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 20 Novembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário