“Coronavírus não é motivo para pânico, mesmo com casos suspeitos”, diz médico

Segundo especialista, fazer a higiene das mãos é fundamental contra o coronavírus (Foto: Andrea Felizolla/Folha de Alphaville)

Nesta quarta-feira (5), a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo anunciou dois novos casos suspeitos de coronavírus, um em São Paulo e outro em Bauru, no interior do estado. No total, quatro estão sendo monitorados. Ainda nesta quarta, o órgão descartou quatro suspeitas no Estado. No país são nove casos suspeitos de coronavírus.

Na segunda-feira (3), foi descartado também a possível ocorrência de coronavírus, que seria de um morador do Tamboré 3. No mesmo dia, o residencial anunciou, por meio de nota, que as informações repassadas pela Prefeitura de Santana de Parnaíba eram improcedentes e que o suspeito não era morador do município. "Seu endereço estava desatualizado junto ao Hospital Sírio Libanês, onde ele foi atendido, o que gerou a confusão". Em Barueri, segundo a administração, não há casos. 

O novo coronavírus foi descoberto em 31 de dezembro do ano passado, após casos registrados na China. No país, a doença já matou mais de 490 pessoas. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), são 14,5 mil casos registrados em 18 países.

Detalhes
O coronavírus é uma doença que causa infecção respiratória. Entre os principais sintomas estão a febre, tosse e falta de ar. "No Brasil, como ainda não há casos confirmados ou presença de transmissão autóctone, a melhor forma de prevenção está relacionada com o monitoramento das pessoas vindas da China e identificação precoce de casos suspeitos", destacou Fernando Gatti, infectologista da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein. 

Ainda segundo o especialista, não há motivos para pânico. "Devemos nos informar com fontes confiáveis, como Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde, e, para evitarmos a disseminação de vírus respiratórios, é fundamental a higiene das mãos com água e sabonete ou gel alcoólico, bem como tossir e espirrar cobrindo o nariz e boca com lenço", concluiu.

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 05 Abril 2020

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário