Carros elétricos na Europa terão ruído falso para evitar acidentes

veculo-eltrico-Paris
Ausência de som nos modelos da categoria representa risco para pedestres. (Foto: Divulgação)

A partir deste mês, todos os modelos de carro elétrico que chegarem ao mercado europeu serão obrigados a produzir barulho, mesmo que de maneira artificial. 

Intitulado Acoustic Vehicle Alert Systems (AVAS), o sistema pedido pela lei da união produz um som que é muito parecido ao "ronco" do motor e passa a funcionar a partir do momento que o veículo atinge a velocidade de 19 quilômetros por hora.

O carro elétrico, por não contar com um motor a combustão, tem sua performance desprovida do tradicional barulho que acompanha os veículos. 

Por mais que a experiência sonora seja um alívio para as grandes cidades, esta característica acaba afetando indiretamente a rotina de tráfego: os pedestres não conseguem identificar a aproximação de veículos elétricos pelo ouvido, o que os deixa ainda mais vulneráveis a acidentes.

Enquanto para o mercado o sistema é exigido à partir desta segunda, os donos de modelos elétricos na UE tem até julho de 2021 para fazer a implementação do AVAS em seus próprios veículos. 

Veja mais notícias sobre VídeosAutos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 13 Novembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário