Saúde

Governo de São Paulo prorroga obrigatoriedade do uso de máscaras até 31 de janeiro

Saúde

Governo de São Paulo prorroga obrigatoriedade do uso de máscaras até 31 de janeiro

Decisão visa reforçar a prevenção contra a Covid-19 e gripe por meio da proteção facial 

Decisão visa reforçar a prevenção contra a Covid-19 e gripe por meio da proteção facial. (Foto: Pexels)

O Governo do Estado de São Paulo anunciou nesta segunda-feira (20) a prorrogação até 31 de janeiro de 2022 da obrigatoriedade do uso de máscara em espaços coletivos em todo o território, visando reforçar a proteção da população. 

A utilização da proteção facial segue vigente em SP e será mantida em virtude da necessidade de manter hábitos preventivos e complementares à vacinação, contribuindo para minimizar o impacto tanto da Covid-19 e suas variantes quanto do vírus Influenza, causador da gripe.

"O nosso compromisso é com a saúde da população. Há vírus respiratórios circulando e a máscara é uma aliada no combate à transmissão e, consequentemente, na prevenção", explica o Secretario de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn.
O uso de máscaras é obrigatório em São Paulo desde 1º de julho de 2020.

O não uso de máscaras em locais públicos prevê multas de R$ 552,71 por pessoa física e de R$ 5.294,38 por estabelecimento, conforme resolução estadual, pois estes devem prezar pela segurança dos seus colaboradores e consumidores. 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 18 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/