PSDB rejeita pedido de expulsão de Frota e Aécio Neves

Deputados passam por prova de ‘fogo’ na legenda (Câmara dos Deputados)

Na quinta-feira (22), o PSDB de São Paulo decidiu recorrer ao diretório nacional para tentar expulsar o deputado Aécio Neves da legenda. Uma das explicações seria que entre os quase 180 membros do diretório haveria mais aliados do que na executiva.

Eles haviam sido derrotados na quarta-feira (21), quando a legenda rejeitou os pedidos de expulsão. O mineiro é investigado em uma série de inquéritos e se tornou réu, em abril de 2018, sob acusação de corrupção passiva e obstrução da Justiça, porém, ainda não foi julgado.

A reunião aconteceu no diretório nacional da legenda, em Brasília. Foram 30 votos a favor de Aécio, 4 contra e uma abstenção. O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, afirmou na ocasião que decisão era "definitiva".

Preconceito

Na segunda-feira (19), o ex-presidente nacional do partido, José Aníbal, e o ex-presidente estadual Pedro Tobias haviam solicitado à Executiva Nacional a impugnação da filiação ao partido do deputado federal Alexandre Frota, expulso do PSL. O caso foi arquivado no mesmo dia pelo presidente da legenda Ele qualifica a reação contra o novo filiado como "preconceito".


Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 21 Setembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário