Domingo, 14 Agosto 2022

Política

Pré-candidato a deputado federal, Monti quer turbinar ‘primeiro emprego’

Política

Pré-candidato a deputado federal, Monti quer turbinar ‘primeiro emprego’

Atual secretário de Governo de Barueri soma 40 anos de vida pública 

Monti diz que proposta de trabalho estará totalmente alinhada com a do prefeito Furlan (Divulgação/Secom Barueri)
O secretário de Governo de Barueri, Milton Monti (sem partido), pré-candidato a deputado federal, disse em entrevista exclusiva à Folha de Alphaville que se vencer as eleições, 'dará conta do recado'.

Milton tem mais de 40 anos de vida política, já ocupou uma cadeira no Congresso Nacional por cinco mandatos, esteve por dois mandatos como deputado estadual e também passou pelos cargos de vereador e prefeito. Milton tem a 'missão' de 'substituir' a deputada federal Bruna Furlan (PSDB), que deixará sua cadeira para concorrer à vaga na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Ele garante que sua trajetória contribuirá para um trabalho de excelência. "Eu estarei lá para representar Barueri com muita honra e dedicação. Não é fácil substituir a Bruna porque ela é muito trabalhadora e dedicada, mas eu vou dar conta do recado", garantiu.

Milton está confiante e avalia que a experiência é o que vai determinar as eleições de 2022. "Ser conhecido é bom, mas acho que o que vai pesar muito nessa eleição é a experiência. É preciso compromisso. As pessoas precisam ter relacionamento e o meu cargo no governo Furlan aumenta o meu compromisso com Barueri", opinou. "Eu tenho muita confiança que vou vencer, a minha proposta será estar alinhado totalmente com o prefeito Furlan. Ele é a liderança máxima de Barueri, da região e juntos nós podemos lutar e trabalhar por projetos prioritários. A direção que ele der, vamos abraçar e trabalhar muito para realizar", falou.

Sobre os desafios que os deputados federais eleitos terão, Monti falou que as principais dificuldades enfrentadas estarão concentradas nas áreas da saúde e educação, por conta da pandemia.

Desafios
"Além disso, a educação retrocedeu nestes anos por questões ideológicas, temos que pensar em levar ensinamento para a juventude". Na análise do pré-candidato há um movimento negacionista no Brasil e isso precisa ser solucionado. "Nós temos que pacificar o país e remar na mesma direção para crescermos. Existe desemprego, emergências e o trabalho será difícil".

Milton contou que está preparando alguns pilares para a sua campanha, mas destacou em especial um programa voltado para os jovens. "Precisamos atuar, ajudar essa nova geração que está emergindo, colocá-los no mercado de trabalho. Uma das minhas ideias é fazer um programa robusto para o primeiro emprego". O pré-candidato deve decidir ainda este mês a qual partido se filiará. 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 15 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/