Para tucanos, acusações contra ex-governadores não prejudicarão eleições

Senador e ex-governador terão oportunidade de se defender, segundo prefeitos (Governo de São Paulo)

O juiz federal Diego Paes Moreira decidiu suspender, na quinta-feira (30), a ação penal contra o senador e ex-governador José Serra (PSDB) por lavagem de dinheiro. Em nota, o Ministério Público Federal entendeu como "indevida" suspensão do processo e afirmou que "adotará as providências cabíveis". Na quarta-feira (29), a Justiça Federal havia aceitado o pedido do MP. O também ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), foi indiciado pela operação Lava Jato da Polícia Federal, por suspeita de lavagem de dinheiro, caixa dois eleitoral e corrupção passiva. 

Os tucanos da região não acreditam que as denúncias podem afetar de forma negativa as candidaturas locais. O gestor de Barueri, Rubens Furlan, afirmou que todos os investigados devem prestar os esclarecimentos e, "se comprovados, pagarem por seus erros, independentemente da filiação partidária. Já Elvis Cezar, de Santana de Parnaíba, disse que "as investigações são oportunidades para eles se defenderem".

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 09 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário