Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/

Mesmo sem cadastro biométrico, eleitor poderá votar no pleito municipal

Exigência foi suspensa, mas deve ser retomada após eleições. (Foto: Divulgação)

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo suspendeu temporariamente o cancelamento de títulos dos eleitores que não fizeram o cadastramento biométrico obrigatório, realizado em 479 municípios do Estado em 2019. Com isso, diz o órgão, os eleitores dessas cidades poderão votar normalmente nas eleições municipais deste ano. 

A decisão se baseou em uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que permitiu alterações no cadastro por causa da pandemia de Covid-19, que suspendeu o atendimento presencial nos cartórios eleitorais. 

Ainda assim, o processo de cadastramento biométrico deve ser retomado depois do pleito. "O eleitor deve regularizar a situação com a Justiça Eleitoral. Isso porque, após a reabertura do cadastro eleitoral em novembro, essas inscrições voltarão a figurar como canceladas", disse, em nota, o tribunal. 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 28 Mai 2020

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário

No Internet Connection