Terça, 23 Julho 2024

Política

Dra. Claudia é indicada pré-candidata a vice de Piteri em eleição masculina

Política

Dra. Claudia é indicada pré-candidata a vice de Piteri em eleição masculina

Em meio à falta de mulheres na disputa do cargo principal, vereadora é aposta para atrair voto feminino 

Vice indicada já integrou o grupo do ex-prefeito Gil Arantes no passado (Foto: MARCO MIATELO/CÂMARA DE BARUERI)

Para receber notificações da comunidade de Alphaville e região, inscreva-se em nossos canais no Telegram e WhatsApp

A vereadora de Barueri, Doutora Claudia (PSB), confirmou na terça-feira (30) as especulações que circulavam nos bastidores: ela será pré-candidata a vice-prefeita de Beto Piteri (Republicanos), político apoiado pelo prefeito Rubens Furlan (PSB) para a sucessão.

O anúncio foi feito no plenário da Câmara em um discurso em que a parlamentar fez questão de citar um a um cada um dos colegas que fazem parte do grupo. Outros vereadores também estavam cotados para o posto e chegaram a anunciar isso em plenário, caso de Levi Jânio (Avante) - ele não estava no plenário na hora da fala de Cláudia.

A escolha dela para a vaga de vice busca trazer mais diversidade à chapa, em meio a outra eleição dominada por homens, em uma cidade que nunca teve uma mulher no comando do executivo. Nos bastidores, também se cogita a possibilidade de o pré-candidato a prefeito Gil Arantes (União), principal adversário do grupo de Furlan, escolher uma vice feminina.

Para além da questão de gênero, a decisão de Claudia como vice ajuda no equilíbrio da chapa com o PSB, partido de Furlan, com a vaga de vice, enquanto Beto se filiou ao Republicanos. O PSB pleiteava a filiação do vice-prefeito.

"Agradecer ao prefeito e ao vice Beto Piteri pelo convite para ser pré-candidata a vice-prefeita do município. Estou feliz e honrada", disse a parlamentar. "Vou honrar este compromisso e fazer o que sempre fiz, que é ouvir e cuidar das pessoas."

Claudia é esposa do ex-vereador e ex-secretário de Saúde, Doutor Antonio. Ambos fizeram parte do grupo do ex-prefeito Gil Arantes (União), principal adversário do grupo de Furlan nas eleições deste ano.

Reviravolta

A mudança de lado se deu nos últimos anos. Até 2023, Doutor Antonio almejava concorrer à própria prefeitura, pois tinha o comando do PL. No entanto, a direção estadual da legenda optou por apoiar Gil Arantes, destituindo Antonio da presidência. Com a medida, o ex-vereador deixou a sigla e passou a ser crítico de Gil, de quem foi secretário entre 2013 e 2016.

O anúncio de Claudia facilita também pelo fato de que Antonio será pré-candidato à Câmara Municipal. Ou seja, isso reduz os riscos de ambos ficarem sem cargo após as eleições, caso Antonio consiga fazer uma boa votação.

Ao agradecer cada parlamentar, Claudia fez uma menção a Toninho Furlan (Solidariedade), presidente do legislativo, contra quem disputou o comando da Câmara no começo de 2023. "Sou feliz de ter você aqui. Mesmo tendo sido sua oponente lá no passado, mas você sabe que foi uma leve provocação que faz parte, mas admiro muito sua pessoa."

'Aqui virou praça de guerra', diz Toninho Furlan

As discussões por conta dos embates entre os grupos do prefeito Rubens Furlan (PSB), do ex-prefeito Gil Arantes (União), além do pré-candidato a prefeito Fabião (MDB), tem feito do legislativo uma "praça de guerra" nas palavras do presidente da Casa, Toninho Furlan (SD).

Na terça-feira (30), após falas do vereador Helio Júnior (PL) em críticas ao vice-prefeito Beto Piteri (Republicanos), a plateia reagiu e um dos moradores gritou contra o parlamentar, que rebateu. Com a discussão, Toninho pediu para que o morador fosse retirado do plenário, apesar do presidente ter mandado uma indireta de que a oposição estaria provocando a plateia.

"Esse ex-prefeito de Jandira saiu candidato depois e ficou em quarto lugar. É isso que nosso povo de Barueri quer?", disse Helio, sobre o político apoiado pelo prefeito Rubens Furlan (PSB).

Wilson Zuffa defendeu que não é demérito ter sido prefeito de Jandira, e que Beto já foi secretário, subprefeito em São Paulo e professor. "Não se preocupe com o que ele é, mas com o que ele não é. Ele não é um ex-prefeito afastado", rebateu Wilson Zuffa (Republicanos) numa referência ao ex-prefeito Gil Arantes (União).

Na mesma sessão, Thiago Rodrigues (PSB) afirmou que os ataques começaram a ser pessoais, envolvendo membros da família dele.

"Infelizmente, esse é o tipo de debate que vai acontecer, o vereador quer defender o propósito dele. E isso está virando uma praça de guerra", afirmou Toninho, pedindo mais prudência dos parlamentares. "Queria que cada um dos senhores tivessem a consciência de que a Câmara Municipal não é uma praça de guerra. Somos adversários, não somos inimigos", ressaltou em tom conciliador.

Apesar disso, na mesma fala, Toninho fez questão de se dirigir a um munícipe na plateia em tom mais belicoso. "Gostaria de discutir alguma coisa produtiva que ele produziu na vida, mas não produziu nada a não ser atrapalhar a vida do cidadão". 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/