Política

Com mais de um nome, PSDB define presidenciável até outubro

Política

Com mais de um nome, PSDB define presidenciável até outubro

Foram citadas três opções: João Doria (SP),  Eduardo Leite (RS) e Tasso Jereissati (CE)

Governador João Doria está entre os nomes (Governo do Estado de São Paulo)
Em meio à crise vivida pelo PSDB, o presidente do partido, Bruno Araújo, afirma que a sigla é oposição ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Araújo foi reconduzido ao cargo, na sexta-feira (12), após pedido de todos os diretórios estaduais, para mais um ano à frente da legenda. Seu mandato deveria terminar em junho deste ano.

Com isso, ocorrerá sob sua gestão a escolha de um presidenciável do partido, além da definição de alianças em torno da candidatura. Araújo citou três opções: o governador João Doria (SP), o governador Eduardo Leite (RS) e o senador Tasso Jereissati (CE). 

O presidente afirma esperar que a escolha esteja concluída até outubro deste ano. Sua recondução ao cargo foi vista como uma derrota para Doria, que almejava a presidência da sigla e a indicação para a candidatura em 2022, algo que tropeçou no lançamento de Eduardo Leite. Araújo busca pacificar a sigla e diz ter tido também o apoio de São Paulo 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 17 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/