Bolsonaro sanciona proposta da deputada Bruna Furlan

De acordo com a deputada, o dinheiro será utilizado no financiamento e extensão universitária (Foto: Divulgação)

De acordo com o projeto de lei apresentado pela tucana, os fundos serão criados em cada instituição para administrar recursos de doações ou outras fontes, e esse dinheiro será utilizado no financiamento de pesquisa e extensão universitária.

Na última sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) sancionou a lei que regulamenta a criação dos fundos patrimoniais, chamados de endowments, mecanismo que possibilita maior sustentabilidade financeira para organizações sem fins lucrativos.

De acordo com a proposta, de autoria da deputada Bruna Furlan (PSDB), os fundos serão criados em cada instituição para administrar recursos de doações ou outras fontes, e esse dinheiro será utilizado no financiamento de pesquisa e extensão universitária. Pelo sistema, um investimento inicial é feito a partir de doações e novos repasses alimentam esse montante. Os rendimentos gerados a partir dele podem ser usados para que organizações tenham fonte regular de recursos. 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 21 Outubro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário