Terça, 23 Julho 2024

Imóveis

Intenção de compra de imóveis cresce entre investidores

Imóveis

Intenção de compra de imóveis cresce entre investidores

 Raio X do Investidor Brasileiro revelou tendências nas decisões financeiras 

33% dos entrevistados manifestaram interesse em direcionar seus recursos para a compra da casa própria (Foto: Freepik)

 Para receber notificações da comunidade de Alphaville e região, inscreva-se em nossos canais no Telegram e WhatsApp

A Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA), em colaboração com o Datafolha, lançou os resultados da 7a edição do Raio X do Investidor Brasileiro, revelando tendências significativas nas decisões financeiras dos brasileiros em 2023.

Pelo terceiro ano consecutivo, a pesquisa destaca um aumento na intenção dos investidores brasileiros de adquirir imóveis utilizando os rendimentos de aplicações financeiras. Em 2023, 33% dos entrevistados manifestaram interesse em direcionar seus recursos para a compra da casa própria, um crescimento notável em relação aos 29% de 2021 e 30% de 2022, consolidando a casa própria como o principal destino de investimento desde a primeira edição do estudo em 2017.

A segunda opção mais escolhida foi manter os recursos aplicados, com 20% das respostas, mantendo-se estável em comparação aos anos anteriores. Por outro lado, houve uma diminuição na intenção de investir em um negócio próprio, que caiu de 10% em 2022 para 8% em 2023, além de uma queda na destinação para educação, de 8% para 6%.

A pesquisa também destacou que a classe D/E demonstrou um interesse
particularmente elevado na compra da casa própria, com 36%, seguida pela classe C, com 35%. Além disso, a classe D/E mostrou uma propensão maior ao empreendedorismo, com 11%, comparado a 8% da classe A/B e 7% da classe C.

Por sua vez, as classes A/B demonstraram preferência por investimentos em viagens, passeios e aposentadoria, com cada um desses objetivos mencionado por 14% dos entrevistados.

Em relação ao gênero, tanto mulheres (34%) quanto homens (32%) têm a compra da casa própria como principal destino dos investimentos. As mulheres mostram uma tendência maior de utilizar o retorno dos investimentos em viagens, passeios e lazer (13%) e educação (7%), enquanto os homens priorizam a compra de carro ou moto (11%), aposentadoria (11%) e investimento em negócio próprio (10%).
Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/