Juros do crédito habitacional para classe média serão de mercado

Anúncio foi feito pelo presidente da Caixa na terça-feira (8) (Valter Campanato/Agência Brasil)

O novo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, indicou na segunda-feira (7) que deverá reajustar com base no cobrado pelo mercado os juros destinados aos trabalhadores de classe média que optam pelo financiamento habitacional. Porém, as taxas mais baixas serão mantidas para quem tem renda inferior.


De acordo com o presidente da Caixa, os juros menores estarão garantidos nas operações do programa Minha Casa Minha Vida, que subsidia imóveis para a população de baixa renda. Há quatro faixas de renda no programa que incluem famílias que têm rendimentos que variam de R$ 1.800 a R$ 7.000. "[O valor dos] juros de Minha Casa Minha Vida é para quem é pobre. Para quem é classe média tem de
pagar juros maiores", disse Guimarães. "A Caixa vai respeitar acima de tudo o mercado: lei da oferta e da demanda", disse.


*Com informações da Agência Brasil 

Veja mais notícias sobre Imóveis.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 10 Dezembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário