Custos condominiais têm alta na Região Metropolitana

Variação em 12 meses foi de - 5,25% (Foto: Kritsana Laroque/123RF)

Em janeiro, os custos condominiais registraram um ligeiro aumento de 0,33% na Região Metropolitana de São Paulo, conforme apurado pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP. A variação acumulada em 12 meses (fevereiro de 2018 a janeiro de 2019) foi de 5,25%, percentual abaixo do IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), da Fundação Getúlio Vargas, que apresentou variação de 6,74% no mesmo período.

Os itens Manutenção e Equipamentos e Diversos subiram 0,01% no mês e 6,75% no acumulado de 12 meses. As despesas com Conservação e Limpeza tiveram variação mensal de -0,02% e de 7,03% no acumulado. O item Pessoal e Encargos subiu 0,39% no mês e 4,61% no acumulado. O item Tarifas subiu 0,53% no mês e 5,78% no acumulado.

O Icon serve como parâmetro da variação dos custos, mas não deve ser utilizado como um índice de reajuste da taxa condominial. Síndicos devem consultar sua administradora para verificar o aumento real. 

Veja mais notícias sobre Imóveis.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 15 Dezembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário