Sábado, 20 Abril 2024

Listas

Preço de unidades comerciais reduziu quase 3%

Especiais

Preço de unidades comerciais reduziu quase 3%

 Análise considerou os últimos 12 meses

O preço médio de venda de salas e conjuntos comerciais no país apresenta queda de quase 3% na análise de 12 meses, de

acordo com o Índice FipeZap. A inflação medida pelo IPCA (IBGE) no período é de 3,43%. Segundo o índice, "o resultado negativo, no âmbito do preço médio de venda do segmento, é influenciado pela queda nominal observada em todas as cidades monitoradas", com Curitiba registrando a maior variação negativa, de 7,11%. 

Em agosto, o custo médio de venda de unidades comerciais caiu 0,45%, enquanto a inflação subiu 0,11%. Brasília foi a única cidade monitorada a registrar elevação no mês, de 0,13%. O valor médio do m² de imóveis comerciais nas cidades monitoradas pelo índice foi de R$ 8.812, com destaque para Rio de Janeiro, que apresentou o preço mais elevado em agosto – R$ 10.082.

LOCAÇÃO
Em relação ao preço médio do aluguel de imóveis comerciais nos últimos 12 meses, o indicador acumula alta de 0,41%, com o valor de Salvador subindo em 6,26%. Na análise de agosto, o indicador apresentou estabilidade, subindo 0,01%. O destaque ficou mais uma vez para Salvador, com alta de 0,49%.O valor médio no mês para o aluguel de salas e conjuntos comerciais foi de e R$ 37,78/m². Dentre os municípios monitorados, São Paulo obteve o maior preço, de R$ 44,99/m². No ano , o retorno médio do aluguel comercial anualizado foi estimado em 5,33% em agosto de 2019, superando a rentabilidade do aluguel de imóveis residenciais no mesmo período e do retorno médio real de aplicações financeiras de referência

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/