Área de serviço não precisa ser feia; dicas a tornam mais funcional

Projeto - Escritórios de arquitetura expõem suas ideias para transformar cômodo da casa em local bonito

Embora seja uma das partes mais utilizadas da casa, a área de serviço costuma ser deixada para segundo plano durante as reformas. Mas ela pode _e deve_ ser bonita e funcional.

A primeira coisa a ser considerada é o tamanho do espaço e o uso que se fará dele. Um exemplo é a quantidade de varais e de eletrodomésticos que serão necessários, assim como objetos como escadas e tábuas de passar. Também é preciso avaliar as dimensões e as exigências de funcionamento de cada item. "É fundamental identificar a disponibilidade dos pontos de água, esgoto, elétricos e de gás", diz a arquiteta Fernanda Takadachi, da Triarq Studio Arquitetura.

Os revestimentos precisam ser resistentes ao contato constante com a água. "Para paredes e piso, recomendo utilizar porcelanato ou cerâmica", indica Ana Paula Briza, também da Triarq. "Para o chão, opto por especificar modelos antiderrapantes para evitar acidentes", aconselha.

Justamente por se tratar de uma área úmida, os móveis não devem estar apoiados diretamente sobre o piso. Opte pela instalação suspensa ou em uma base de alvenaria. As arquitetas sempre incluem um armário vertical para vassouras e rodos e, para produtos, armários fechados que inibem o acesso de crianças.

Por fim, garantir a circulação de ar e o isolamento da cozinha protegerão as roupas de maus odores quando elas estiverem secando. Para isso, certifique-se de que os varais estarão próximos a uma janela e que, embora perto do fogão, a lavanderia esteja separada por um nicho ou por
divisórias. 

Veja mais notícias sobre EspeciaisCasa & Decoração.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 12 Novembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário