Projeto da Corona troca embalagens plásticas por latinhas que se encaixam

Corona_Fit_Pack_3
A novidade pode eliminar a necessidade de qualquer embalagem, capaz de agrupar até 10 latas de uma vez. (Foto: Divulgação)

Por conta de seu formato e da durabilidade quase infinita do material plástico do qual costumam ser feitos, os anéis agrupadores de latas de cerveja se tornaram um dos grandes inimigos do meio ambiente.

Diversas marcas já procuravam por embalagens alternativas e materiais ecologicamente corretos para substituir os anéis plásticos na hora de reunir as latinhas, mas a Corona parece ter chegado enfim à solução ideal: um sistema em que as latas se encaixam diretamente umas nas outras.

A novidade pode eliminar a necessidade de qualquer embalagem, em uma solução simples e eficaz, capaz de agrupar até 10 latas de uma vez: o sistema conecta a parte inferior e superior de cada lata, rosqueando uma nas outras. 

A mudança poderá ser adotada em escala global, e reduzir consideravelmente assim o uso de material plástico especialmente nocivo para o meio-ambiente e animais.

O projeto foi criado pela Corona em parceria com a agência mexicana Leo Burnett, como parte do compromisso da marca em liderar a utilização de embalagens ecologicamente corretas no setor.

As novas latas são ainda um projeto piloto, mas enquanto não são postas para comercialização, a própria Corona vem desenvolvendo outras alternativas ao plástico. Novas embalagens, feitas com fibras biodegradáveis de base vegetal já estão sendo utilizadas.

Veja mais notícias sobre VídeosEmpresas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 16 Julho 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário