Quinta, 27 Janeiro 2022

Educação

País não aumentou recurso para educação na pandemia, diz OCDE

Educação

País não aumentou recurso para educação na pandemia, diz OCDE

O valor aplicado representa 4% do PIB, mesmo percentual de 2020  

O valor aplicado representa 4% do PIB, mesmo percentual de 2020. (Foto: Pixabay)

O Brasil está em um grupo minoritário de países que não aumentou os investimentos em educação durante a pandemia da Covid-19 para reduzir o impacto na aprendizagem e adaptar o sistema de ensino às necessidades surgidas no período.

Os dados são do relatório Education at a Glance 2021, elaborado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), divulgado recentemente.

Em 2018, antes da pandemia, o gasto público total com educação no Brasil representava 4% do Produto Interno Bruto (PIB). Esse percentual não sofreu alteração em 2020 ou 2021.

O país faz parte da lista das nações que não destinaram recursos extras para nenhum segmento do sistema de ensino durante a crise sanitária. A maioria dos países pesquisados aumentou o orçamento na área para, por exemplo, contratar mais professores ou construir mais salas de aula.

Para produzir o relatório, a OCDE analisou o investimento em educação de 35 nações que integram a organização e de outros oito países parceiros, como o Brasil. Destes, 2 em cada 3 registraram uma alta no investimento após o começo da pandemia.

Boa parte do crescimento no aporte foi destinado, por exemplo, à contratação de novos professores para:

• serem alocados no lugar daqueles considerados de grupo de risco;

• garantir menor número de alunos nas salas de aula;

• garantir cobertura de reforço escolar onde necessário.

Segundo o documento, 37% países contrataram mais professores que lecionam para os anos iniciais do ensino fundamental e 30% aumentaram o número de professores nos anos finais.

Países como Portugal, Espanha e Nova Zelândia foram citados por destinarem verba para adequar o sistema de ensino ao momento pandêmico, fosse construindo mais salas de aula ou dando suporte tecnológico para manter as aulas remotas. 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 27 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/