Economia

Remédios ficarão mais caros a partir de 1º de abril

Economia

Remédios ficarão mais caros a partir de 1º de abril

O reajuste ainda precisa ser autorizado pelo governo federal 

O valor dos medicamentos deve ser reajustado em 10,89%, segundo informou o Sindusfarma. (Foto: Unsplash)

Os preços de remédios devem ficar mais caros a partir de abril deste ano. Nesta semana, a CMED (Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos) deve divulgar o reajuste de medicamentos de 2022, que começa a valer no dia 1º de abril.

O valor dos medicamentos deve ser reajustado em 10,89%, segundo informou o Sindusfarma (Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos). Esse percentual de reajuste é um valor máximo que pode ser aplicado pelos fabricantes.

O reajuste ainda precisa ser autorizado pelo governo federal, mas o Sindusfarma destaca que, pela lei, a recomposição anual de preços poderá ser aplicada a partir desta semana, "em cerca de 13 mil apresentações de medicamentos disponíveis no mercado varejista brasileiro". 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 01 Julho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/