Epidemia deve levar a alta de até 40% no delivery em Alphaville

Comércio recorre a aplicativos para manter vendas (Foto: Michela Brígida/Arquivo Folha de Alphaville)

 Diante das restrições causadas pelo avanço do novo coronavírus, os restaurantes de Alphaville estão buscando maneiras de driblar os prejuízos causados pela epidemia. O maior sinal desse movimento é uma operação cada vez mais voltada para as entregas em domicílio.

"Várias lojas já estão disponibilizando esse serviço. É uma tendência durante esse pico da epidemia. Nós esperamos que os deliveries da região cresçam de 30% a 40%", prevê Moacyr Felix, presidente da ACIB (Associação Comercial e Industrial de Barueri).

Um exemplo é o restaurante La Cucina Piemontese, que já registrou alta no volume de entregas. O estabelecimento está apostando no delivery pelo iFood.
"Incrementamos o cardápio com um menu exclusivo, incluindo pratos mais acessíveis, além dos pratos tradicionais e frete grátis para algumas localidades", diz Leandro Polack, chef e proprietário da casa. 

Polack não é o único. Para atrair clientela, a hamburgueria Real Burger e o restaurante Piola fizeram promoções com entregas grátis para clientes com mais de 60 anos - o público de risco da Covid-19. O Alpha Square Mall também criou um serviço gratuito específico para esses consumidores. 

Enquanto isso, o Bar do Alemão passou, nos últimos dias, a dar mais destaque nas redes sociais ao serviço de delivery - o estabelecimento faz entregas grátis num entorno de 300 metros da unidade.

Shoppings
Apesar de estar fechado (ver matéria na página A6) a partir de segunda-feira (23), o Shopping Tamboré manterá o serviço de delivery por aplicativo de seus restaurantes, de segunda a sábado das 10h às 22h, e aos domingos e feriados das 10h às 20h, pelos operadores iFood, Rappi e Uber Eats. Não será permitida, porém, a retirada nas lojas.

Para Felix, da ACIB, a população precisa ter consciência neste momento para ajudar a manter a atividade econômica. "Recomendamos que o público consumidor compre no comércio local e evite grandes magazines para fugir de aglomerações", diz. "Estamos certos que este período em breve passará e fortalecerá as relações", conclui Felix.

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 03 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário