Prefeituras fazem serviços de zeladoria para amenizar pernilongos

Residenciais próximos ao Rio Tietê sofrem mais com a presença do inseto (Foto: Michela Brígida/Folha de Alphaville)
A presença dos pernilongos em Alphaville já é um problema antigo enfrentado pelos moradores, principalmente para aqueles que moram às margens do rio Tietê, já que é habitat natural do inseto por ter uma grande concentração de detritos e água suja. Com a chegada das estações chuvosas, a tendência é de aumento destas espécies. 

De acordo com Rafael Adão Buozo, diretor de Área Técnica em Saúde de Barueri, a proliferação destes insetos ocorre por existência de recipientes com água parada (criadouros) e está relacionado também com o cuidado praticado pelo morador dentro do seu domicílio. "A colaboração e cuidado do morador são sempre fundamentais. Nos condomínios essa ação deve ser gerenciada pela administração para manter os imóveis limpos, áreas coletivas em condição organizada e sem criadouros", afirmou o especialista.

Ainda segundo Buozo, o uso indiscriminado de inseticidas não é recomendado. "Isto tem causado aparecimento de mosquitos resistentes em todo o Brasil, inclusive alguns condomínios de Barueri estão com esse tipo de problema pela aplicação de inseticidas. Por isso, a principal recomendação é eliminar criadouros", destacou.

Serviços de zeladoria

Tanto as prefeituras de Barueri como Santana de Parnaíba realizam diferentes ações para eliminar a presença dos pernilongos. Entre elas está a limpeza urbana, coleta regular de lixo, varrição de ruas e serviços de capinagem, manutenção e poda de arvores em ruas. "Recebemos também denúncias, em que fiscalizamos e notificamos proprietários de imóveis abandonados para que procedam capinagem e limpeza do local", finalizou Rafael. 

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 16 Novembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário