População de Parnaíba cresceu acima da média nacional, diz IBGE

Taxa de crescimento no país foi de 0,79% ao ano, 0,03% a menos do que 2017-2018 (Foto: Michela Brígida/Folha de Alphaville)
Santana de Parnaíba foi a cidade que mais cresceu entre as que integram o Consórcio Intermunicipal da Região Oeste (Cioeste), considerando Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco e Pìrapora do Bom Jesus. 

Com uma população de 139.447 mil habitantes, o aumento populacional do município foi de 2,14%, superior ao 0,79% registrado no país, que tinha 208,5 milhões de pessoas em 2018 e ultrapassou a marca de 210 milhões de habitantes de acordo com dados levantados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), publicados nesta quarta-feira (28), no Diário Oficial.

A cidade parnaibana também faz parte de uma pequena fatia de 4,8% dos municípios brasileiros (266) que apresentaram crescimento igual ou superior a 2%.

Região
No contexto do Cioeste, Cotia vem em seguida no aumento populacional, (249.210 mil habitantes), com alta de 1,84%. Nesta lista, Barueri (274.182) aparece em quinto no ranking de crescimento, com aumento de 1,06%, ficando atrás de Itapevi (1,42%) e Jandira (1,17%). A cidade com mais de 100 mil habitantes que menos cresceu foi Osasco (0,22%). 

Juntos, os municípios do Cioeste reúnem 2.143.716 pessoas, o que equivale a cerca de 4,66% da população do Estado de São Paulo, que tem um total de 45.919.049 milhões de moradores.

Concentração

Segundo dados do IBGE, pouco mais da metade de toda a população brasileira, algo em torno de mais de 120 milhões de habitantes, está concentrada em apenas 5,8% dos municípios. São Paulo continua sendo o mais populoso do país, com 12.252.023 milhões de pessoas, seguido pelo Rio de Janeiro (6.718.903) e Brasília (3.015.268). 

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 23 Setembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário