Sábado, 27 Novembro 2021

Cidades

Governo de SP anuncia nova flexibilização da quarentena a partir do dia 1º de junho em todo o estado

Plano São Paulo Cidades

Governo de SP anuncia nova flexibilização da quarentena a partir do dia 1º de junho em todo o estado

Haverá ampliação do horário de funcionamento de estabelecimentos, que poderão trabalhar das 6h até 22h. Governo anunciou a vacinação de pessoas entre 55 e 59 anos 

Anúncio foi feito pelo governador João Doria nesta quarta-feira (19) (Foto: Governo do Estado de São Paulo)

Nesta quarta-feira (19), o governo de São Paulo anunciou uma flexibilização da quarentena a partir do dia 1º de junho em todo o estado. Entre as mudanças, haverá ampliação do horário de funcionamento de estabelecimentos, que poderão trabalhar das 6h até 22h. Atualmente, setor pode atuar até as 21h.

Além disso, haverá um aumento na ocupação máxima dos locais, chegando a 60%. O horário do toque de recolher será entre 22h e 5h. A recomendação de teletrabalho para atividades administrativas não essenciais e de escalonamento de horários para entrada e saída de trabalhadores do comércio, serviços e indústrias está mantida. Esta nova etapa deve durar até 15 de junho.

De acordo com Paulo Menezes, coordenador do Centro de Contingência da Covid-19, o avanço da vacinação contribui para essa flexibilização. "A gente fica com muito otimismo para as próximas semanas e próximos meses, também em função do avanço da vacinação. Não é na velocidade que gostaríamos, mas avança e já mostra resultados que permitem o avanço cuidadoso e progressivo", destacou.

Enquanto não entra em vigor, o governo prorrogou até dia 31 de maio a fase atual, de transição, que permite o funcionamento de estabelecimentos até 21h, mas aumentou a recomendação de capacidade máxima de 30% para 40%.

Vacinação

Ainda durante a coletiva, o governo de São Paulo anunciou a vacinação contra a Covid-19 para pessoas sem comorbidades com idades entre 55 e 59 anos entre 1º e 21 de julho e para profissionais da educação de 18 a 46 anos de 21 a 31 de julho.

A gestão informou que a data exata de início da imunização não foi definida porque depende da disponibilidade de vacinas do Ministério da Saúde. 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 27 Novembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/