Exposição a crimes violentos é menor em Barueri e Parnaíba

600x400-criminalidade-violenta-2
Arte: Agência Impacto/Folha de Alphaville

Barueri e Santana de Parnaíba foram apontadas como as cidades onde as pessoas possuem o menor risco de sofrer um crime violento entre oito, dos dez municípios que fazem para do Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo (Cioste), de acordo com o Índice de Exposição à Criminalidade Violenta (IECV). Nos últimos dois anos, o indicador diminuiu mais de 40% nas duas cidades.

A análise foi produzida pelo Instituto Sou da Paz a partir de dados da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP) de 2018 e foi divulgada pelo Jornal Estado de S.Paulo, na segunda-feira (6). O IECV é calculadocom base na média ponderada de três subíndices: crimes letais (homicídio e latrocínio), crimes contra a dignidade sexual (estupro) e crimes contra o patrimônio (roubo – outros, roubo de veículo e roubo de carga). Foram levadas em consideração cidades com população maior que 50 mil habitantes.

De acordo com o estudo, Santana de Parnaíba é o município com o menor indicador da região, com uma taxa de 12,2 de exposição à criminalidade violenta no ano de 2018. Na comparação com o índice do ano anterior, o município teve uma redução de 41,2%, uma vez que tinha taxa 21 de IECV em 2017.

Barueri aparece em seguida como a segunda cidade com o menor índice: 16,1. Comparando 2017 e 2018, houve uma redução de 42,9%- a taxa anterior do município era de 28,2.

Na sequência, entre as cidades do Cioeste, está Cotia, com IECV de 16,8; Carapicuíba, com 19; Osasco com 24,3; e Jandira com 25,4. O município de Itapevi apresenta a pior taxa da região, com 25,4 no IECV. Juntas, essas cidades diminuíram aproximadamente 25,6% na exposição a crimes violentos nos últimos dois anos, conforme levantamento feito pela reportagem.

Guardas Municipais
As Guardas Municipais de Barueri e Santana de Parnaíba são apontadas pelas administrações municipais como os grandes trunfos contra a criminalidade e proteção da população. Atualmente, as cidades contam com os maiores efetivos de agentes da região.

Parnaíba conta com um guarda para cada 314 pessoas, tendo como base o número de habitantes de 136.517, conforme o último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), de agosto do ano passado e o efetivo de 434 agentes. Já Barueri tem um agente para cada 490 pessoas, levando-se em conta o efetivo de 553 guardas e a população estimada, pelo IBGE em 271.306 habitantes.

Índices do Estado
Em todo o Estado, o risco de sofrer um crime violento caiu em 79 dos 139 municípios paulistas (57%), ainda segundo o estudo do Instituto Sou da Paz. Itanhaém, na Baixada Santista é novo município mais violento. A cidade onde o risco de sofrer um crime é considerado menor é Vinhedo, próxima a Campinas.

Segundo a SSP, o estudo mostra que "as políticas públicas adotadas no combate à criminalidade estão no caminho certo e que esse trabalho tem sido aprimorado com a realização de megaoperações pelas polícias Civil e Militar". 

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 20 Novembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário