Barueri e Santana de Parnaíba têm queda no número de mortes em confrontos com a polícia

Nesta terça-feira (10), o Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgou o Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2019. Segundo o levantamento, no Brasil, policiais civis e militares mataram 6.220 pessoas durante intervenções, em serviço ou na folga no decorrer de 2018, 20,10% menos do que no ano anterior, quando 5.179 foram mortas nos confrontos. 

Já os números das cidades da Grande São Paulo, em que estão inseridos os municípios de Barueri e Santana de Parnaíba, vão na contramão do país. Entre os anos de 2017 e 2018 houve uma queda de 22,4% no número de pessoas mortas por policiais civis e militares em serviço ou na folga, 218 para 169 mortes, respectivamente.

Em relação aos dois trimestres de 2019 e de 2018, os números também tiveram queda: 72 mortes ante 86, uma redução de 16,27%. A reportagem usou como base as estatísticas trimestrais da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).

Mortes de policiais
Ainda de acordo com os dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, o número de policiais civis e militares assassinados em confrontos ou fora de serviço aumentou na Grande São Paulo. Entre 2017 e 2018, a alta foi de 62,5%, passando de 8 para 13 casos. Os militares são os principais atingidos, com 13 ocorrências no último ano. Na maioria delas, eles estavam de folga. Já no país, a queda registrada foi de 8%, de um ano para o outro. 

Nos dois primeiros trimestres de 2019, um oficial militar foi morto em serviço. No ano anterior, neste mesmo período, cinco policiais vieram a óbito, todos durante seu descanso.

Levantamento

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública está em sua 13ª edição e utiliza informações fornecidas pelas secretarias de segurança pública estaduais, Tesouro Nacional, polícias civis, militares e federal, entre outras fontes oficiais da Segurança Pública. A publicação é uma ferramenta para a promoção da transparência e da prestação de contas na área, contribuindo para a melhoria da qualidade dos dados. 

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 21 Outubro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário