Causas de incêndios na Reserva do Tamboré são inconclusivas, diz Bombeiros

Devido à estiagem, incêndios são mais comuns no período; na quarta-feira (6), ainda era possível ver resquícios na Reserva Biológica (Foto: Michela Brígida/Folha de Alphaville)

 Segundo dados divulgados pelo site G1, só no último domingo (3), o Corpo de Bombeiros foi acionado 79 vezes para debelar focos de incêndio em vegetação em São Paulo e na Região Metropolitana. Nesta lista está incluído o bairro de Alphaville, que sofreu com dois incêndios na Reserva Biológica do Tamboré: um no domingo (3) e outro na segunda-feira (4). 

De acordo com informações fornecidas à Folha de Alphaville pelo 18º Grupamento do Corpo de Bombeiros, no domingo, o incêndio aconteceu nas proximidades da Avenida Cid Vieira de Souza, 100, perto do residencial Tamboré 10.

A equipe foi acionada por volta das 17h40 e foram utilizados aceiros e abafadores para controlar as chamas. O fogo atingiu uma área de 3.000 m². Segundo o relatório, as possível causa do acidente poderia ser negligência. 

Já a outra ocorrência, que aconteceu na segunda (4) no mesmo local, a corporação de Santana de Parnaíba foi acionado por volta das 14h50 e, segundo relatos, o fogo atingiu uma área de aproximadamente 10.000 m². 

As causas são inconclusivas, o incêndio "foi debelado pelas guarnições, o local deixado em segurança e a ocorrência sem vítimas", destacou o Sargento Célio, do 18°grupamento.

Registros de incêndios
Um levantamento feito pelo 18º Grupamento do Corpo de Bombeiros, mostra que, de janeiro a outubro deste ano, Santana de Parnaíba e Barueri registraram 188 ocorrências de fogo em mata nos municípios, sendo 87 e 101 ocorrências, respectivamente. Os meses de maior incidência foram agosto, com 24 atendimentos em Parnaíba, e julho com 18 atendimentos em Barueri.

"Neste período de julho a outubro devido à estiagem é comum casos dessa natureza. Todos os anos, durante esses meses, o Corpo de Bombeiros entra em estado de alerta", destacou o sargento.

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 14 Novembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário