Cidade investe em tecnologia para melhorar a segurança

Ações são acompanhadas pela central de controle (Divulgação Secom Barueri)

A Prefeitura de Barueri está investindo em um sistema inteligente para planejar e controlar todas as ações e ocorrências da cidade, ligadas à Central de Controle da Guarda Civil Municipal, além de ser um reforço contra a criminalidade, medida que vem ao encontro do conceito de Cidades Inteligentes.

A informação foi dada pela secretária de Seguranca e Mobilidade Urbana, Regina Mesquita. Segundo a secretária, "com a ferramenta os atendentes já farão análise da área, terão a visão das viaturas mais próximas do local e com isso vamos otimizar o atendimento. Hoje há ocorrências que demoram 50 minutos. Com a novidade, estimamos chegar ao local em tempo recorde de cinco minutos", explicou.

O objetivo é dar mais segurança aos guardas civis. É possível gravar as ligações, saber onde estão as viaturas, acionar outros órgãos (em tempo real) e trabalhar de forma integrada. Por exemplo, acompanhar melhor o tipo de crime e em qual região para reforçar as operações da polícia.

Conflitos
Desde o fm de fevereiro, a cidade passou a contar com o Núcleo Especial Criminal (Necrim) de Barueri. A unidade, que funciona na Delegacia Central (Avenida Presidente Arthur da Costa e Silva, 110, na Vila Boa Vista), tem como objetivo promover a pacifcação de confitos por meio da conciliação e da mediação, em audiência presidida por um delegado.

Segundo o secretário da Segurança Pública, Mágino Alves, os recursos do Necrim se aplicam a pessoas que se envolveram em ocorrências de pequeno potencial ofensivo. Espera-se com a iniciativa agilizar os atendimentos do Ministério Público e poder judiciário. "Gradativamente, estamos tentando expandi-lo para o Estado, porque traz muita efciência às instituições", disse Mágino. 

Veja mais notícias sobre Barueri.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 25 Junho 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário