Barueri e Parnaíba avançam em indicadores do Censo Escolar 2018

b2ap3_large_600x400-censo-escolar-201_20190517-235645_1
Arte: Folha de Alphaville/Agência Impacto

Seguindo a tendência nacional, os indicadores educacionais da Taxa de Rendimento coletados pelo Censo Escolar 2018 mostram redução de reprovações, aumento de aprovação e abandono em queda ou estável nas escolas de ensino médio e fundamental, públicas e privadas de Barueri e Santana de Parnaíba. Os dados foram publicados na sexta-feira (10), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela elaboração do estudo. 

Analisado pela reportagem, o levantamento mostra que a taxa de aprovação total das cidades aumentou cerca de um ponto percentual na comparação entre 2017 e 2018.
A média que era de 95,5 em Barueri e Parnaíba passou para 96,3 nos últimos dois anos. Entre as escolas privadas, a taxa de aprovação é de 99,5%.
Em relação ao índice de reprovação, a taxa teve uma redução. Enquanto em 2017 a média de alunos reprovados nas cidades era de 4,5%, no ano passado o indicador passou para 3,6 nas cidades. Nas instituições particulares, a taxa de reprovação é de apenas 0,4%.
Ainda segundo o levantamento, escolas privadas de Barueri e Santana de Parnaíba possuem nível zero de abandono escola. Entre as demais instituições das cidades, o índice apresentou uma redução de cerca de 60%, atingindo a marca de 0,2% em 2018, na comparação com 2017.
No indicador de distorção idade-série, que observa as oscilações de faixa etária em cada ano escolar, foi verificado que houve uma diminuição de mais de um ponto percentual nos últimos dois anos na média geral de cada cidade. Atualmente, o índice médio é de 8,6% nas cidades de Barueri e Parnaíba. Instituições privadas tem indicador de 1,5%.

O estudo
As taxas de rendimento são indicadores utilizados no cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que avalia o desempenho educacional divulgado a cada dois anos pelo Inep. No ano passado, Barueri e Parnaíba apresentaram taxa superior à média nacional no indicador em relação às três primeiras etapas da Educação Básica.

Veja mais notícias sobre Cidades.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 25 Junho 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário