Sábado, 16 Janeiro 2021

Cidades

Barueri deve receber 80 mil doses da vacina contra a Covid-19

Vacinação Cidades

Barueri deve receber 80 mil doses da vacina contra a Covid-19

Segundo a prefeitura, entregas serão fracionadas. A imunização está marcada para começar dia 25 em todo estado de SP 

Nesta quarta-feira (6), o gestor de Barueri, Rubens Furlan, participou de encontro do governador Doria com os prefeitos (Foto: Benjamin Sepulvida/Secom Barueri)
Nesta quarta-feira (6), em encontro virtual com os prefeitos dos 645 munícipios de São Paulo, o governador João Doria apresentou o Plano Estadual de Imunização contra o coronavírus. A vacinação deve começar no estado no dia 25, priorizando profissionais da saúde, pessoas com 60 anos ou mais e grupos indígenas e quilombolas.

Segundo o plano, a vacinação com a CoronaVac, que apresentou uma eficácia de 78%, acontecerá de segunda a sexta, das 7h às 22h, sábados, domingos e feriados, das 7h às 17h, nos postos de imunização. 

Em Barueri, segundo a prefeitura, o número de doses que serão enviadas para a 1ª fase seguirá como padrão o quantitativo às doses aplicadas durante a Campanha de Influenza de 2020.

"Seguindo os grupos prioritários, prevemos que o quantitativo será de aproximadamente 80 mil em entregas fracionadas. Informaremos o número de doses aplicadas para o Estado para que novas sejam enviadas", destacou a gestão. 

Até o fechamento desta edição, a assessoria de comunicação de Santana de Parnaíba não respondeu sobre o assunto.

Vacinação na rede particular
Recentemente, a Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (ABCVAC) informou que negocia a compra de cinco milhões de doses da vacina contra a Covid-19 Covaxin, produzida pelo laboratório indiano Bharat Biotech. 

Algumas clínicas particulares de Alphaville podem receber o imunobiológico. É o caso da AlphaImune, associada a ABCVAC. De acordo com Danilo Scheit Vieira Jr, diretor técnico, a clínica está dentro desta negociação e, caso ela seja concluída, a unidade receberá a vacina. 

"A ideia é complementar a vacinação da rede pública. Se a rede privada suprir os grupos prioritários, as clínicas particulares podem suprir, por exemplo, segmentos importantes, como trabalhadores de grandes e pequenas empresas, além de pessoas em geral", explicou Danilo. 

Também associada a ABCVAC, a Vacinville é outra clínica que poderá receber as doses e, segundo o estabelecimento, desde o início eles fizeram parte de todas as reuniões e tratativas.

"Dependemos primeiramente do término dos estudos de fase 3, aprovação da vacina pela ANVISA e, posteriormente, dependemos do sucesso destas tratativas e da importação das doses. A previsão de chegada é entre março e abril", destacou. 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 16 Janeiro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/