Quarta, 08 Dezembro 2021

Cidades

Assim como no Estado, Barueri e Parnaíba iniciam vacinação em adolescentes

Covid-19 Cidades

Assim como no Estado, Barueri e Parnaíba iniciam vacinação em adolescentes

Em enquete feita pela FDA, 82% dos moradores do bairro revelaram que pretendem imunizar seus filhos

Em Parnaíba, a vacinação está sendo feita em jovens de 12 a 17 anos com comorbidade ou que estejam gestantes (Foto: Divulgação/Secom Santana de Parnaíba)

Nesta quarta-feira (18), o Governo de São Paulo iniciou a vacinação contra a Covid-19 de adolescentes entre 12 e 17 anos. O primeiro grupo a ser imunizado é o de pessoas de 16 e 17 anos com comorbidades e/ou deficiências, gestantes e puérperas. A vacinação vai até o dia 25 de agosto. 

A partir do dia 26, será a vez daqueles que possuem de 12 a 15 anos também com comorbidades. Para o público geral, a imunização começa no dia 30, com adolescentes entre 15 e 17 anos, e em 6 de setembro para os de 12 a 14 anos. 

Barueri e Santana de Parnaíba também iniciaram a imunização de jovens. No município barueriense, segundo a prefeitura, a vacinação acontecerá até sábado (21) para pessoas de 16 e 17 anos com comorbidades, gestantes e puérperas, sem agendamento. A aplicação acontece no Centro de Eventos (Av. Sebastião Davino dos Réis 672), das 8h às 17h, e, entre os documentos, é preciso levar laudo ou receita médica e comprovante de residência. 

"Há uma estimativa de que haja por volta de 5 mil pessoas com 16 anos e mais 5 mil pessoas com 17 anos na cidade", declarou a prefeitura. 

Santana de Parnaíba iniciou nesta quinta-feira (19) a vacinação de jovens de 12 a 17 anos com algum tipo de comorbidade ou que estejam gestantes. O pré-agendamento deve ser pelo site da prefeitura (santanadeparnaiba.sp.gov.br) e também é preciso levar laudo médico. 

Enquete 

Uma enquete feita nas redes sociais da Folha de Alphaville nesta terça-feira (17) revelou que 82% dos moradores que responderam pretendem vacinar seus filhos contra a Covid-19 e 18% não. Mais de 140 pessoas participaram da enquete.

"Já temos resultados de estudos científicos mostrando a segurança e a resposta adequada as vacinas na faixa etária de 12 a 17 anos. Os pais podem se tranquilizar quanto a este respaldo científico", destacou Claudia Valente, da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI). 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 08 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/