Vencedor do Festival de Veneza, “Coringa” pode ser cotado ao Oscar

4951913.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx
"Coringa" estreia no país no dia 3 de outubro

Dirigido por Todd Phillips, o filme "Coringa" conquistou o Leão de Ouro, prêmio máximo concedido para o melhor filme do Festival de Veneza.

A obra, que retrata uma versão da origem do supervilão, estrelado por Joaquin Phoenix, deixou muitos espectadores e críticos surpresos.

Nos anos anteriores, "Roma", de Alfonso Cuarón, e "A Forma d'Água", de Guillermo del Toro, foram os vencedores. Levando, na sequência, a estatueta do Oscar de melhor filme estrangeiro e melhor filme, respectivamente.

O longa e a atuação de Phoenix foram aclamados por grande parte da crítica. O ator emagreceu 23kg para incorporar o personagem. 

Durante o festival, ele falou à Variety sobre o impacto da produção em sua carreira: "Eu quero dizer honestamente que esta a princípio não foi uma decisão fácil [sobre fazer este filme]. Por outro lado, havia algo que me atraía pra isso. Apenas evoluiu à medida com que começamos a trabalhar. Começou a se tornar algo que ia além do que esperava. Foi uma das melhores experiências da minha carreira".

Violência

Entretanto, nem tudo são flores. A revista Time, por exemplo, chama o filme de "agressivo e possivelmente irresponsável". Alguns críticos, inclusive, temem que a obra possa influenciar o comportamento incel

Os membros de grupos incel costumam se reunir em fóruns de discussões na internet. Por lá, eles falam abertamente sobre sua solidão e frustrações. O problema é que, muitas vezes, esses núcleos se tornam centros de propagação do discurso de ódio e misoginia. 

Há inúmeros casos de extrema violência por parte desses grupos nos últimos anos, principalmente nos Estados Unidos. No Brasil, o mais recente foi o Massacre de Suzano, na escola estadual localizada em São Paulo, onde ex-alunos invadiram o local e 'se vingaram' pelos anos de bullying que sofreram.

Apesar das polêmicas, o fato é que o filme está proporcionando esse debate, importante principalmente nos EUA, onde os ataques em escolas são frequentes.

O caminho para o Oscar

O último Coringa das telonas, interpretado por Jared Leto em "Esquadrão Suicida", deixou muito a desejar. Entretanto, o personagem ficou marcado na história pela atuação do ator australiano Heath Ledger, falecido em 2008, que ganhou o Oscar póstumo de melhor ator coadjuvante por sua atuação em "Batman: O Cavaleiro das Trevas".

De acordo com o crítico Jim Vejvoda, Phoenix também merece um Oscar por sua interpretação "fascinante e totalmente comprometida".

O ator de 44 anos já recebeu indicações ao Oscar por seus papéis nos filmes Gladiador, Johnny & Junee e O Mestre, mas ainda não ganhou o prêmio. 

"Coringa" estreia no país no dia 3 de outubro. 

Veja mais notícias sobre VídeosCaderno A.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 23 Setembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário