3 dos lugares mais isolados do mundo para visitar sem sair de casa

A Ilha de Tristão da Cunha é considerada a mais remota do mundo. (Foto: Brian Gratwicke/Flickr/Creative Commons)

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) impôs uma nova realidade no mundo: a do isolamento social. Entretanto, para algumas regiões do planeta, essa prática não é nenhuma novidade no cotidiano.

Entre pequenas ilhas no meio do oceano e territórios quase impossíveis de serem alcançados, selecionamos três dos lugares mais isolados no mundo para um tour virtual.

Conheça as Ilhas Pitcairn, Santa Helena e Tristão da Cunha através do grupo de especialistas em expedições remotas Redfern Natural History Productions. Acompanhe:

Ilhas Pitcairn

As Ilhas Pitcairn ficam longe de qualquer continente e mesmo de outras ilhas habitadas, sendo a última Colônia Britânica no Pacífico Sul. A ilha principal foi ocupada em 1789 pela tripulação do navio Bounty e pelos polinésios que os acompanhavam. Hoje, a comunidade em Pitcairn é composta por cerca de 50 pessoas que têm história, cultura e costumes fascinantes.

Santa Helena

Território ultramarino do Reino Unido no Atlântico, a remota ilha de Santa Helena abriga plantas únicas e foi palco de momentos históricos. Em meio à vegetação, está a Longwood House, onde Napoleão Bonaparte foi preso nos últimos seis anos de sua vida após a Batalha de Waterloo.

Tristão da Cunha

Considerada a ilha mais remota do mundo, Tristão da Cunha é o lar de 253 habitantes. Os únicos locais habitados em Tristão da Cunha são o pequeno povoado de Edimburgo dos Sete Mares, além de uma estação meteorológica, que abriga um contingente de apenas seis funcionários mantidos pelo governo da África do Sul.

Veja mais notícias sobre Vídeos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 09 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário