10 destinos onde o Real vale mais

Viajar-RSSIA-capa

Programando as férias de julho? Separamos uma lista com 10 destinos pelo mundo em que a moeda brasileira vale mais! Confira: 

Nepal

Mais que uma opção econômica, o Nepal é uma sugestão que vai agradar um público bem específico: os apaixonados por montanhas e escaladas, assim como os viajantes em busca de uma imersão cultural sem igual. O país é um dos que abrigam o Monte Everest, a montanha mais alta do mundo.

R$ 1 = 28,50 rúpias nepalesas

Para completar, o país é repleto de templos e vilarejos remotos que parecem ter parado no tempo. Para referência, o custo de vida no Nepal é em média 40% mais baixo que no Brasil, e a moeda é a rúpia nepalesa.

Índia

Quando o assunto é destinos baratos para ficar mais tempo, a Índia sempre está na lista. Não só o câmbio favorável do real para a rúpia indiana, como também hotéis com diárias mais acessíveis e o custo de vida baixo fazem com que o país seja um verdadeiro prato cheio para quem ama viajar.

R$ 1 = 17,79 rúpias indianas

A economia se alia à identidade cultural marcada por diferentes costumes e rituais, proporcionando uma viagem preciosa, especialmente para os viajantes que amam descobrir coisas novas.

Colômbia

Destino com o toque único das águas caribenhas, a Colômbia é um dos países onde o real vale mais na América do Sul e ponto de parada obrigatória para um mochilão inesquecível pelo continente.

R$ 1 = 812,18 pesos colombianos

Além do câmbio favorável, há a ofertas constantes de passagens aéreas promocionais para destinos como Ilha de San Andrés e Cartagena das Índias, onde o mar do Caribe recepciona os visitantes com tudo o que ele merece: muita sombra e água fresca, além de uma riqueza cultural incrível.

Hungria

Os custos de uma viagem para Europa estão assustando os brasileiros, mas não há motivos para desistir do sonho de conhecer o Velho Mundo. Em países onde o euro não é a moeda oficial, as atividades costumam ser mais acessíveis, como é o caso da Hungria.

R$ 1 = 74,38 florins húngaros

O destaque turístico fica por conta da capital Budapeste, com suas construções históricas, pontes e atrações culturais. A moeda por lá é o florim húngaro.

Rússia

Quem escolher a Rússia como destino para a sua viagem internacional vai encontrar um país repleto construções grandiosas e muita história, principalmente em Moscou e São Petersburgo.

R$ 1 = 16,94 rublos russos

Segundo o Numbeo.com, inclusive, essas cidades são as cidades europeias que têm os preços mais acessíveis para os viajantes, e o custo de vida nelas chega a ser 20% menor do que o de São Paulo! O país fez sucesso na Copa do Mundo da Rússia e foi muito elogiado como país-sede. A moeda usada lá é o rublo russo.

República Tcheca

Mais uma opção de destino para quem ama a Europa. Praga, capital da República Tcheca, reúne tudo o que uma boa capital europeia oferece aos brasileiros, desde o charme de seus cafés nas praças enormes às preciosidades históricas em seus prédios e construções seculares.

R$ 1 = 5,95 coroas tchecas

É também uma opção mais em conta, quando comparada com outros destinos disputados no continente europeu. No Numbeo.com, o país está entre os mais baratos da Europa Central, e consta como tendo um custo de vida apenas 7% mais alto do que São Paulo. A moeda por lá é a coroa tcheca.

México

História, praias e muita cultura fazem do México um país incrível. Tanto na capital quanto no litoral, onde os principais destaques turísticos são Cancún e Cozumel, o visitante vai ter sua viagem marcada pela hospitalidade dos mexicanos, tendo ainda a chance de conhecer seus costumes e tradições, o que inclui degustar a comida e a bebida típicas do país.

R$ 1 = 4,94 pesos mexicanos

Outra característica que faz parte do pacote é a economia, já que mesmo em destinos badalados como Cancún, é possível encontrar hotéis mais acessíveis.

Para fugir da badalação e aproveitar o câmbio favorável do real x peso mexicano, a dica é se hospedar em lugares como Tulum, onde é possível encontrar hotéis 2 estrelas com diárias a partir de R$ 45, ou a própria Cidade do México que, segundo o Numbeo.com, tem o custo de vida 23% mais baixo do que em São Paulo.

África do Sul

Depois de ter sido país sede para a Copa de 2010, a África do Sul ganhou a atenção do mundo, em especial das pessoas que amam viajar para destinos exóticos. O país é dono de uma rica diversidade natural e mantém algumas das maiores reservas ambientais do continente africano.

R$ 1 = 3,65 rands sul-africanos

Para completar, o país recebe os visitantes com uma identidade cultural única e com roteiros que incluem tanto atividades radicais em suas montanhas quanto safáris em Parque Nacionais e passeios em vinícolas.

Na África do Sul, o custo de vida é relativamente mais baixo que no Brasil, e em cidades como Joanesburgo, é possível encontrar hotéis 4 estrelas com diárias a partir de R$ 150. A moeda aqui é o rand sul-africano.

Marrocos

Dentre os países buscados por quem quer conhecer melhor a cultura árabe, o Marrocos está entre os mais baratos, segundo o Numbeo.com. Não só o câmbio favorece os brasileiros, como também o custo de vida baixo, cerca de 20% menor que no Brasil.

R$ 1 = 2,50 dirhams marroquinos

Suas principais cidades turísticas são Casablanca e Meknes, esta última tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. A moeda é o dirham marroquino!

Croácia

A Croácia é um destino barato, mas infelizmente dependemos de promoções de passagens aéreas para conhecer suas praias paradisíacas.

R$ 1 = 1,72 kunas croatas

Dubrovnik é uma das maiores cidades da Croácia, uma das mais baratas para os viajantes de acordo com o Numbeo.com, e ainda um dos mais icônicos cenários da série Game of Thrones (quem quer ver King's Landing de perto?). A moeda utilizada aqui é a kuna croata.

Veja mais notícias sobre Turismo.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 06 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário