Política

Vereadores de Barueri proíbem fogos de artifício com barulho

Política

Vereadores de Barueri proíbem fogos de artifício com barulho

Após dois anos, Wilson Zuffa conquista aprovação de seu PL

Proposta do vereador Zuffa segue para sanção do prefeito (Andrea Felizola)
Na sessão de terça-feira (2), os vereadores de Barueri aprovaram a proibição de fogos de artifício com som. Fogos e artefatos pirotécnicos de efeitos visuais sem barulho continuarão permitidos na cidade.

O Projeto de Lei, de autoria do parlamentar Wilson Zuffa (Republicanos), não estava em pauta, mas o parlamentar pediu para inserir na discussão e foi aprovado. Agora, a proposta segue para sanção do prefeito Rubens Furlan (PSDB).

A proposta havia sido rejeitada por dois anos. Com a 'bancada do rojão' enfraquecida, somente os vereadores Kascata (PSL) e Rafa Carvalho (DEM) se declararam contra a proibição. A discussão sobre o PL durou uma hora e meia. 

O projeto foi o primeiro a ser registrado na Câmara esse ano e precisou receber os pareceres verbais das Comissões durante a sessão, pouco antes de ser pautado para votação. Zuffa, presidente da Comissão de Constituição e Justiça; e doutora Cláudia (PDT), presidente da Comissão de Meio Ambiente, votaram a favor, já Rafa Carvalho presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, votou contra. Seu argumento foi sobre o impacto financeiro que essa proibição poderia causar. "O Brasil é o segundo maior produtor de fogos de artifício, só perde para a China, então imagina o impacto". 

Zuffa rebateu: "o maior impacto é na vida humana porque estamos falando de saúde. O efeito tem que ser visual e não auditivo. Existe um aparato que prejudica", falou. 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 17 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/