Vereadores aguardam sanção de lei eleitoral para ‘troca’ de partidos

Vereador Fabião sairá do PCdoB (Michela Brígida/Folha de Alphaville)

De acordo com um levantamento realizado pela Folha de Alphaville  junto a vereadores das Câmaras Municipais de Barueri e Santana de Parnaíba, a maioria dos parlamentares que irá disputar a reeleição em 2020 ainda não decidiu se trocará de partido.

Isso porque os vereadores aguardam a decisão do presidente Jair Bolsonaro (PSL) sobre o projeto que altera regras eleitorais (Projeto de Lei 5029/19). Já que, entre as principais alterações, está o fim da coligação partidária. Para valerem já nas eleições municipais de 2020, as novas regras precisam ser sancionadas até o dia 4 de outubro.

O presidente do legislativo de Barueri, Fabião (PC do B), afirmou à reportagem que concorrerá no próximo ano pelo PSDB. Sobre o motivo da escolha, ele disse que "é porque já sai coligado com eles". O parlamentar Kascata (PSB) informou que está discutindo a melhor opção com o grupo e aguardará a decisão do presidente sobre a sanção ou não da lei eleitoral.

O vereador Allan Miranda, tucano desde 2001, permanecerá na legenda e também vai tentar manter sua cadeira na Câmara. O veterano Chico Vilela (PTB) segue na disputa pelo partido. Em Santana de Parnaíba, Magno Mori (PSB) não pretende mudar de sigla. Já o Alemão da Banca (SD) falou que está analisando a troca, mas ainda não decidiu. " Temos até março de 2020 para fazer isso". A vereadora Sabrina Colela, do PSC, também ainda não definiu por qual partido vai concorrer à reeleição. O presidente do legislativo, Nilson Martins (PHS), foi procurado, mas não retornou até o fechamento da edição.

Fundo
O texto aprovado da lei eleitoral, que está sob análise do presidente, garante o fundo eleitoral para financiamento de campanha dos candidatos a prefeito e vereador nas eleições municipais de 2020. A medida estabelece que os valores do fundo serão definidos por deputados e senadores da Comissão Mista de Orçamento (CMO).

O projeto de lei do orçamento de 2020, enviado pelo Poder Executivo, já prevê a destinação de R$ 2,54 bilhões para as
eleições municipais.


Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 22 Novembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário