Domingo, 14 Agosto 2022

Política

Prévia mostra aumento de jovens eleitores em Barueri e Parnaíba

Política

Prévia mostra aumento de jovens eleitores em Barueri e Parnaíba

Barueri registrou 1.81 eleitores de 17 e 18 anos, quase o dobro do que havia em 2020 

Barueri registrou 1.81 eleitores de 17 e 18 anos, quase o dobro do que havia em 2020. (Foto: FÁBIO RODRIGUES POZZEBOM/ARQUIVO AGÊNCIA BRASIL)

Até Leonardo diCaprio fez o apelo: "seu voto importa". Com uma campanha forte nos últimos meses para que os jovens de 16 e 17 anos votassem pela primeira vez, mesmo na fase em cujo voto não é obrigatório, o Brasil viu uma mobilização para ampliar esse eleitorado. Na região, o movimento parece ter tido resultado.

Nas cidades de Barueri e Santana de Parnaíba, mesmo antes de fechar o prazo, já foi possível registrar uma alta no número de adolescentes que irão às urnas este ano. Por outro lado, o voto mais "experiente" segue predominante nos dois municípios.

Até o mês de março, último mês com dados consolidados pela Justiça Eleitoral, Barueri registrou 1.819 eleitores de 17 e 18 anos, quase o dobro do que havia em 2020, ano em que houve eleição para escolher prefeito e vereadores.

Quatro meses atrás, a cidade contava com pouco mais de 1.000 eleitores nessa faixa etária, sinalizando o quanto as campanhas de mobilização surtiram efeito. Os dados devem revelar um número ainda maior, pois o fim do prazo para tirar o título de eleitor foi na quarta-feira (4) e os dados de quantas pessoas fizeram o cadastro por município serão revelados nas próximas semanas.

Em que pese essa mobilização, Barueri em linhas gerais é uma cidade em que os votos estão concentrados entre eleitores de 25 a 59 anos, no qual se encontram 70% dos 270 mil votantes da cidade. O principal público votante é o de 45 a 59, no qual se encontram 1 a cada 4 baruerienses que podem ir às urnas.

Santana de Parnaíba

Em Santana de Parnaíba, a situação é similar. Enquanto 700 eleitores de 16 e 17 puderam escolher na disputa para a Prefeitura de 2020, até março a cidade já contava com 980 eleitores nessa faixa etária. Na comparação com 2018, última disputa presidencial, já houve um salto de mais de 100% nos eleitores desse grupo etário.

A cidade também parece ter aderido à campanha pelo título de eleitor. No final do ano passado, eram apenas 556 eleitores sem obrigatoriedade do voto - o número quase dobrou até março. O perfil, contudo, repete o visto em Barueri, com ao menos 25% dos votantes na faixa entre 44 e 59 anos, contra 15% de 16 a 25 anos. 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 14 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/