Prefeitos acreditam que Governo Bolsonaro deve ‘pregar’ pacificação

Em Parnaíba, Elvis cumpre o 2º mandato (Arquivo/Folha de Alphaville)

O Governo Bolsonaro (PSL) ganha contornos mais dramáticos, com a reforma da Previdência, que está sendo analisada pelo Congresso.
O presidente já passou por desentendimento entre seu filho, Carlos Bolsonaro (vereador do Rio de Janeiro pelo PSC) e o ex-secretário Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, demitido do cargo; possíveis candidaturas laranjas do partido na campanha eleitoral de 2018, desencontro de informações com sua equipe e agora 'bate cabeça' com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM). Apesar das divergências, segundo Maia, a reforma está "acima do governo" e ele vai "blindar" a proposta.

Na avaliação dos prefeitos da região, o caminho para solucionar o imbróglio é a pacificação. O veterano Rubens Furlan (PSDB), que cumpre seu 5º mandato à frente de Barueri, afirmou que está torcendo para "que tudo lá em Brasília se resolva, não podemos entrar em colapso. Às vezes me pergunto o porquê chegamos no buraco, o que aconteceu com o Brasil? Tomara que daqui para a frente o nosso país consiga prosperar", falou.

Reforma da Previdência
Elvis Cezar (PSDB), prefeito de Santana de Parnaíba, disse que a sua cidade e todo o país anseiam pelo sucesso do presidente e da nação, mas é preciso mais ação. "Nós precisamos, sobretudo, de um governo federal que pare de falar, falar e comece a trabalhar. É disso que o nosso país precisa", opinou.
Para Elvis, que também apoiou a candidatura de Jair Bolsonaro, a Reforma da Previdência é prioridade. "Precisamos tramitar a reforma porque senão ninguém terá o que receber, não conseguiremos nos aposentar. A Previdência tem déficit, ou é isso, ou não conseguiremos", avaliou.

Câmaras
Tanto Elvis Cezar, quanto Rubens Furlan, garantem que não há problemas entre o Executivo e o Legislativo. "Aqui não temos oposição entre a Câmara e a cidade. Nunca pensamos em controlar ninguém, o que queremos é conquistar melhorias e andar lado a lado", comentou o prefeito de Santana de Parnaíba.

Furlan destacou que Barueri é um exemplo de desenvolvimento porque existe paz no relacionamento com a Câmara. "Nós estamos juntos pelo bem-estar social do nosso povo para que a gente não cometa erros, ao contrário do Brasil', finalizou.

Desenvolvimento
Em discurso, na sessão de terça-feira (26), na Câmara Municipal de Barueri, Furlan avaliou o cenário político brasileiro. "Eu não sei quem gosta do presidente, o que sei é que precisamos de comunhão para que nesse momento o Brasil tome o caminho certo do desenvolvimento. Os homens públicos precisam deixar de lado o passado e caminhar para o futuro. Assim, o Brasil e o brasileiro vão prosperar". 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 17 Outubro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário