Prefeito Elvis não elaborou Plano Orçamentário, diz TCE

De acordo com o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), com dados de maio, divulgados recentemente, a Prefeitura de Santana de Parnaíba, que tem à frente o prefeito Elvis Cezar (PSDB), não elaborou o Plano de Contingência Orçamentária para enfrentamento da pandemia.
O município não informou gastos relacionados a pagamento de pessoal contratado emergencialmente e de despesas para distribuição de merenda escolar, apesar de divulgar com frequência entrega de alimentação aos estudantes; e com mitigação do impacto sobre a rotina do sistema educacional.

Parnaíba conta com 36 leitos de UTI (11 ocupados) e 86 de enfermaria, 14 em utilização. A cidade anotou 545 casos de Covid-19 e 18 óbitos. A gestão utilizou 2,63% da receita total (R$ 511,7 milhões), R$13,4 milhões, para combater a doença. O coronavírus apresenta taxa de letalidade de 3,3% em Santana de Parnaíba, ante 86,24% de pacientes recuperados. Foram coletados 1.716 exames, a população é de 139,4 mil habitantes.

Barueri
Barueri apresentou o Plano de Contingência Orçamentária. Segundo o órgão, a gestão aplicou R$ 14,3 mil para pagamento de pessoal contratado emergencialmente e R$1,8 milhão destinado para merenda escolar. O vírus apresenta taxa de letalidade de 12,05% no município, contra 51,2% de casos de recuperação. A prefeitura gastou R$9,15 milhões, de R$ 1,34 bilhão do cofre público total, estimado, da cidade. Foram registrados 1.170 casos de Covid-19 e 141 mortes. Há 43 leitos de UTI (39 ocupados) e 121 de enfermaria (101 em uso).

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 08 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário