Domingo, 05 Dezembro 2021

Política

Para conter gastos, prefeitos da região ‘renegociam’ contratos

Política

Para conter gastos, prefeitos da região ‘renegociam’ contratos

 Administrações suspenderam serviços como transporte escolar e eventos

Contratos relacionados a maternais foram suspensos, enquanto não haviam aulas presenciais (Benjamim Sepulvida/Secom Barueri)

Os prefeitos da região renegociaram contratos para conter gastos, diante do cenário causado pela pandemia. A informação foi confirmada pelas prefeituras,com exclusividade à reportagem.

O gestor Rubens Furlan (PSDB) afirma que apesar da crise econômica global provocada pelo COVID-19, o município registra estabilidade e equilíbrio financeiro. "Não acusamos perda de arrecadação de receitas municipais, mas a conjuntura da pandemia continua ordenando cautela na execução da gestão pública", falou.

A administração optou por reduzir contratos de setores que em razão de contato físico foram fechados - para aglomeraduas e a disseminação do coronavírus, como as escolas, transportes escolares, como maternais, os eventos diversos esportivos e culturais; além de cursos presenciais de qualificação.

Prorrogação

Em Santana de Parnaíba, cidade governada pelo tucano Marcos Tonho, os contratos foram renegociados, mas sem percentual definido, de acordo com a prefeitura.

Já outros contratos foram suspensos como o de transportee dealunos. "Todos os contratos de 2020 foram prorrogados em 120 dias com a manutenção do mesmo valor", informou a administração, sem detalhar o custo e a economia gerada para os cofres públicos.

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 05 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/