Política

Novos vereadores querem priorizar saúde e educação em mandatos

Política

Novos vereadores querem priorizar saúde e educação em mandatos

Primeira sessão do ano acontecerá em 2 de fevereiro. Casa de Leis contará com onze novatos 

Helio Jr e Cris da Maternal, a vereadora mais votada da casa (Divulgação)
No próximo dia 2 de fevereiro, acontece a primeira sessão da legislatura 2021-2024 das Câmaras Municipais. Em Barueri, a reportagem procurou os seis vereadores novatos mais votados. Os eleitos afirmaram que pretendem focar suas propostas nas áreas da saúde e educação e detalharam projetos de saúde.

Os 261,4 mil eleitores de Barueri escolheram onze novos vereadores para ocupar as 21 cadeiras do legislativo, com um índice de 52,3% de renovação. Além disso, quatro mulheres conquistaram mandato, anteriormente, não havia representatividade feminina. 

O líder de votos, Ornedo Neves (PDT), escolhido por 4.811 eleitores, afirmou que a expectativa é a melhor possível, já que o parlamentar foi suplente por cerca de um ano e meio e diz conhecer as demandas da população. "Quero honrar cada voto e trabalhar bastante junto com o prefeito. "Entre os meus projetos, quero levar à gestão a necessidade de novas UBSs na cidade e escola maternal na Vila Márcia e região do Camargo e Vale do Sol, entre outras ações", contou.

Representação feminina
A parlamentar Cris da Maternal, mulher mais votada da Casa (3.347 votos), afirmou que algumas propostas bandeiras tiveram grande adesão nas ruas, como por exemplo, a ideia da Creche do Idoso, destinada à melhor idade com programas sociais e de atividades físicas, recreativas e pedagógicas. "Além da Fábrica de Talentos, espaço onde vamos buscar crianças, jovens e adultos para revelar pessoas e vocações e inseri-las no mercado", falou. Outra ação mencionada pela Cris é a Casa Pink, que vai trazer assessoria direta as necessidades da mulher em suas diversas condições. A causa animal também terá um olhar especial em seu mandato, segundo ela.

Sucessor
O filho do ex-vereador Jânio, que teve sete mandatos, Levi Jânio (Avante), que teve 3.219 votos, disse que vem se preparando há 10 anos para assumir uma vaga no legislativo. "É muita responsabilidade dar seguimento ao trabalho dele. Temos um carinho muito grande pelo bairro Parque Imperial, que nos acolheu, mas sou vereador de Barueri". 

Levi quer implantar uma clínica para dependentes químicos, um tratamento com psicólogo, assistência social e atendimento completo. No eixo de mobilidade, ele retomará o projeto de seu pai da segunda via de acesso ligando a Rua Padre Cícero, margeando o rodoanel, até a Avenida Ceci, no Tamboré.

Projeto anti-sedentarismo
Helio Junior (PL), eleito com 2.678 votos, contou que se sente pronto e muito feliz pela oportunidade de fazer um mandato assertivo, que mude a vida das pessoas. 

O parlamentar ressaltou que sua maior preocupação será área da saúde. "Vou me empenhar em melhorar cada dia mais a qualidade de vida da população", diz o idealizador do Pelotão 17, criado há 7 anos, um grupo de promove o bem-estar por meio de atividades físicas e que visa disseminar um novo estilo de vida. "Vamos propor projetos que combatam o sedentarismo". Ele também quer criar ações para o atendimento domiciliar às pessoas com necessidades especiais.

Os vereadores Thiago Rodrigues (PDT), 2.986 votos e Mary Rodrigues (PSDB), 2.719 votos, foram procurados pela reportagem, mas não retornaram até o fechamento da edição. 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 11 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/