Levantamento aponta 23 obras atrasadas e paralisadas na região

Passarela na Avenida Yojiro Takaoka, em Santana de Parnaíba, está na lista (Michela Brígida/Folha de Alphaville)

De acordo com levantamento do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), há 23 obras atrasadas e paralisadas na região. Os dados foram coletados, até o dia 30 de setembro, em órgãos da administração direta ou indireta do Estado e dos Municípios. Santana de Parnaíba possui 21 projetos parados ou atrasados, em Barueri são dois.


A soma do montante inicial dos contratos de Barueri é de R$ 5.229.487,42, já em Parnaíba, o valor chega a R$ 71.364.420,79. Na lista de empreendimentos está a construção da sede do Instituto de Previdência Social dos Servidores Municipais de Barueri (IPRESB) e reforma elétrica, também no município.

Na cidade administrada pelo prefeito Elvis Cezar (PSDB), há obras como construção de colégios municipais, reforma e ampliação do Hospital Santa Ana para adequação da maternidade, construção de Unidades Básicas de Saúde (UBSs), construção da FATEC Fazendinha, construção de passarela em Alphaville, na Avenida Yojiro Takaoka, além de outras. No Estado de São Paulo foi registrado um total de 1.542 empreendimentos que se encontram com problemas de cronograma, cujos valores iniciais de contrato superam a casa dos R$ 43.137.757.065,22. Um percentual de 83% das obras – 1.281 delas - são de responsabilidade dos municípios ao passo que 16,93% (261 empreendimentos), são de competência do Estado.

Recursos
A principal fonte de recursos é fruto de ajustes formalizados com a União (41,6% - 642 obras), seguida por convênios firmados com o governo estadual (31,2% - 481 obras). Um total de 373 empreendimentos (24,2%) é decorrente de recursos próprios dos contratantes e 46 construções estão sendo edificadas por meio de contratos de financiamento. 


Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 16 Novembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário