Política

Gestão parnaibana quer implantar estatuto do Bem-Estar Animal

Política

Gestão parnaibana quer implantar estatuto do Bem-Estar Animal

 Projeto de Lei foi apresentado pelo prefeito Marcos Tonho 

Projeto de Lei foi apresentado pelo prefeito Marcos Tonho. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Com o isolamento social provocado pela pandemia, os indivíduos se aproximaram mais dos seus animais. Tanto assim, que o tema passou a ter mais destaque também nas pautas políticas. 

Nesta semana, o prefeito de Santana de Parnaíba, Marcos Tonho (PSDB), encaminhou o Projeto de Lei 68/2021, que dispõe sobre a criação do Estatuto do Bem-Estar Animal. 

Na mesma data, os vereadores Gabriel Oliani(PSDB) e Hugo Silva (Democratas) encaminharam propostas para obrigar estabelecimentos veterinários, petshops, clínicas e hospitais à comunicarem constatação de indícios de maus-tratos.

O Estatuto
O texto do PL do Executivo estabelece diretrizes para proteção e defesa do animal, que terá regras para resgate, lar temporário, adoção, guarda responsável e também prevê obrigações para estabelecimentos comerciais e veterinários. 

Entre as ações, um cadastro on-line dos animais da cidade e identificação com o Registro Geral de Identificação Animal (RGI), unidade móvel de atendimento básico, UBS Animal, entre outras. Os infratores que praticarem maus-tratos aos animais poderão ser multados de cinco a mil UFESPs.
Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 17 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/