Política

Furlan antecipa cenário de 2022 e critica deputados que ‘dão sumiço’

Política

Furlan antecipa cenário de 2022 e critica deputados que ‘dão sumiço’

Prefeito citou Joice Hasselmann e Eduardo Bolsonaro, que foram bem votados na cidade, mas desapareceram 

Rubens Furlan e Beto Piteri receberam Marco Vinholi, Bruna Furlan e os prefeitos Marcos Neves, Dany Floresti e Sato (Benjamin Sepulvida)
Na terça-feira (27), o prefeito de Barueri, Rubens Furlan (PSDB), recebeu no canteiro de obras do Hospital Regional, no Jardim Paulista, o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, representando o governador João Doria; a deputada federal Bruna Furlan, ambos tucanos, e os prefeitos Marcos Neves (Carapicuíba), Dr. Sato (Jandira) e Dany Floresti (Pirapora do Bom Jesus) para mostrar o andamento das obras da unidade e pedir a antecipação da entrega do empreendimento, marcado para o segundo semestre de 2022.

"Vinholi me disse que não vai faltar dinheiro para que essa obra avance. Eles sabem que, diante dessa pandemia, precisamos desse hospital o mais rápido possível", argumentou Furlan.

De acordo com o secretário estadual, a construção está acelerada e pode ser antecipada, "diante de um planejamento entre prefeitura e construtora responsável pela obra", a MPD Engenharia. "De nossa parte, a gente tem ciência do esforço de João Doria para fortalecer ainda mais a rede de Saúde do estado, que conta com leitos de alta complexidade e tem salvo muitas vidas nesta pandemia", afirmou Vinholi.

Furlan também creditou a conquista da unidade, uma solicitação de políticos da região há mais de três décadas, ao empenho político.
"Os prefeitos da região me ajudaram muito e se não fosse a Bruna e o Vinholi, que operou junto ao governo, essa luta teria sido em vão. Graças a união da classe política em torno desse projeto, conquistamos o maior e mais moderno hospital regional do país", avaliou.

Furlan também criticou a postura de Joice Hasselmann (deputada federal), que teve mais de 20 mil votos em Barueri e o filho do presidente Jair Bolsonaro, deputado estadual Eduardo Bolsonaro, que também obteve quantidade semelhante na cidade, "porém depois desapareceram. Cadê eles? Quando eles ligaram e disseram: prefeito, precisa de ajuda? Estou contando com auxílio da Bruna, do Vinholi e dos prefeitos regionais, exceto o de Santana de Parnaíba, (Marcos Tonho)", pontuou.

Convênio
O Hospital Regional é fruto de um convênio entre o Estado e Barueri, que cedeu o terreno e custeia parte das obras, R$100 milhões. A construção teve início em outubro do ano passado.

O prédio terá 10 pavimentos, além de um heliponto, totalizando 41 mil metros quadrados de área construída. Mais de 1,8 milhão de moradores das sete cidades que compõem a região oeste da grande São Paulo (Barueri, Osasco, Carapicuíba, Jandira, Itapevi, Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus), serão beneficiadas pelo equipamento. 
Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 06 Mai 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/