Quinta, 20 Junho 2024

Política

Busca por partidos movimenta vereadores em Barueri

Política

Busca por partidos movimenta vereadores em Barueri

Legisladores visam mudanças em meio às articulações entre os grupos de Furlan e Gil 

Vereador de Barueri convidou Rafa Carvalho e Doutora Claudia a ingressarem no Republicanos (Foto: Redes Sociais)

Para receber notificações da comunidade de Alphaville e região, inscreva-se em nossos canais no Telegram e WhatsApp

A menos de duas semanas para a janela partidária, período em que será permitido trocar de partido sem riscos, vereadores de Barueri têm intensificado as conversas sobre as legendas para as quais irão de olho na disputa da reeleição em 2024.

Dos 21 vereadores da Casa, ao menos 13 devem trocar de legenda por conta das alianças fechadas entre os dois grupos que rivalizam o comando da Prefeitura de Barueri - o do atual prefeito Rubens Furlan (PSB), que deve lançar o vice-prefeito Beto Piteri (PSDB) como candidato a sucedê-lo; e a aliança em torno do ex-prefeito Gil Arantes (União).

Os dois grupos firmaram acordos com as direções estaduais e nacionais de vários partidos e, com isso, os vereadores ficaram dentro de siglas que estarão em lados distintos na hora da eleição.

Na sessão de terça-feira (20), o clima de que as trocas se aproximam foi sentido nas falas dos vereadores. Um dos poucos que teve garantia da legenda de que não haverá mudanças é o vereador Wilson Zuffa (Republicanos), que é presidente municipal da sigla e apoia Beto Piteri.

Zuffa convidou publicamente os vereadores Rafa Carvalho (União) e Doutora Claudia (PDT) para entrarem no partido.

"Além de manter o atual número de vereadores, acredito que vamos aumentar a bancada aqui na cidade, Faço um convite oficial. A porta está aberta", disse o vereador. Após a fala direcionada aos dois parlamentares, Zuffa ainda ouviu um pedido de Reinaldo Campos (PRD) se tem uma vaga sobrando.

Aliado de Furlan, Reinaldo está no PRD, antigo PTB, partido que deve integrar a base de Gil. Até o ano passado, ele estava com a vida encaminhada para ir para o DC, mas a situação mudou no começo do ano.

No caso de Claudia, a parlamentar estava cotada para ir para o PL, onde o ex-vereador Doutor Antonio era o presidente municipal, mas a legenda mudou a posição e também deve apoiar Gil.

Enquanto o Republicanos corteja outras legendas, o partido deve ter a saída de José de Melo, vereador mais antigo da Casa e que declarou apoio a Gil Arantes. Por conta disso, deve buscar um outro partido que esteja na aliança.

As costuras feitas pelo ex-prefeito devem impactar uma dezena de outros vereadores. O PDT, por exemplo, conta com quatro legisladores atualmente, incluindo o presidente da Câmara Toninho Furlan - todos devem sair. O PRD e o próprio União contam com mais seis parlamentares na Casa, que também devem fazer a mudança.

Outra troca que deve ocorrer é a ida de vereadores para o PSB, partido para o qual se filiou o prefeito Rubens Furlan e para onde é aguardada a chegada de Beto Piteri. Atualmente, não há nenhum vereador dessa sigla.

Além disso, há também a situação do PSDB, ex-partido de Furlan. O vereador Fabião deve trocar a sigla pelo MDB, pelo qual diz que deve ser pré-candidato a prefeito. Allan Miranda (PSDB) também indicou que pode sair.

Os parlamentares podem fazer as trocas sem riscos a partir de 7 de março e a janela fica aberta até o começo de abril, seis meses antes da votação. Antes disso, uma troca de legenda pode ameaçar o vereador de perder o mandato, pois a votação para o cargo de legislador é do partido, segundo a legislação eleitoral.

Se a troca ocorrer antes, a sigla pode entrar com um processo por infidelidade partidária.

Parnaíba também deve ter mudanças

Os vereadores de Santana de Parnaíba também devem fazer mudanças na próxima janela partidária, embora a questão seja tratada de forma mais discreta do que na vizinha Barueri. A principal alteração deve ser a maior presença do PDT na Câmara, partido para o qual foram o ex-prefeito Elvis Cezar e o atual Marcos Tonho.

Parlamentares eleitos pelo PSDB devem ser os principais a fazer a mudança. Além disso, há outras legendas que sofreram mudanças nos últimos anos, como o PL, sigla que tem dois vereadores na Casa, mas que chegou a anunciar a intenção de ter candidato próprio. 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/