Política

Barueri investe 394% a mais por paciente com Covid-19 do que Santana de Parnaíba

Política

Barueri investe 394% a mais por paciente com Covid-19 do que Santana de Parnaíba

Dados são do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e se referem ao mês de fevereiro 

Barueri gastou mais de R$ 640 mil com contratações emergenciais em fevereiro (Karina Borges/Secom Barueri)
Os 100 primeiros dias de governo dos prefeitos, completados em 10 de abril, foram marcados pelo enfrentamento à Covid-19. O cenário é duplamente crítico, já que os mandatários precisam vencer a 'guerra' contra o vírus e recuperar a economia.

O prefeito de Barueri, Rubens Furlan (PSDB), vem afirmando com frequência que o maior desafio tem sido equilibrar as contas da cidade e continuar oferecendo um serviço de qualidade para a população.

De acordo com um levantamento realizado pela Folha de Alphaville junto ao site do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), com base no primeiro bimestre deste ano (dados mais atuais), Furlan investiu 42,2 milhões no combate ao novo coronavírus.

Em fevereiro, o gestor gastou R$ 21,5 milhões para o enfrentamento à pandemia. Deste montante, R$ 9,1 milhões já foram quitados.
A quantia representa 3,57% do total da receita arrecada do município no mês, R$602,6 milhões. Por caso confirmado da doença, o gestor aplicou uma média de R$1,5 mil.

O valor é 394% maior do que o disponibilizado pelo prefeito de Santana de Parnaíba, Marcos Tonho, também tucano. No mesmo período, Tonho utilizou R$305,53 por caso confirmado da doença. No total, Tonho gastou R$ 2,17 milhões no mês, sendo que R$ 78,6 mil foram pagos.
A receita da cidade foi de R$ 239,9 milhões, ou seja, o valor específico para o combate à doença representa 0,9% do geral.

Em equipamentos médicos/cirúrgicos foram gastos R$ 915,8 mil. Com a contratação emergencial de pessoal, o prefeito gastou R$50,3 mil.
Foram registrados 161 óbitos na cidade pela Covid-19 (15 novas mortes se comparado ao mês anterior) e 7,1 mil casos da doença, 849 novos em relação a janeiro. O município não contratou temporários para turbinar a vacinação.

Já o gestor Rubens Furlan aplicou R$ 581,7 mil em equipamentos médicos cirúrgicos e R$ 642,6 mil em contratação emergencial de profissionais.
Barueri contabilizou, em fevereiro, 23 novos óbitos, em janeiro foram 479 mortes. O número de casos confirmados passou para 14,2 mil. No mês anterior, o registro foi de 2,2 mil.

"Para se ter uma ideia, no mês de fevereiro, o Hospital Municipal teve 133 internações por Covid-19. Em março, esse número saltou para 625, o que representa um aumento de 360% no atendimento destes casos. Estamos realizando todos os esforços possíveis, como a ampliação de 36 leitos na unidade, totalizando 176 leitos exclusivos para pacientes com Covid-19", reforçou o prefeito Furlan.

Educação
Para reduzir o impacto que a pandemia tem causado no aprendizado dos alunos, Barueri adotou aulas on-line e distribuição de materiais impressos. Também estão sendo entregues kits merenda aos estudantes. Os gastos foram de R$918,5 mil em fevereiro. A gestão parnaibana não informou o custo gasto para diminuir os impactos na rede de ensino municipal.

Repasse Federal
A falta de respaldo e de liderança do presidente Jair Bolsonaro, sem partido, para enfrentar a situação tem sido alvos das críticas realizadas pelos gestores municipais.

Os dados do Tribunal revelam que os dois municípios mencionados, juntos, receberam aporte federal de R$2,4milhões. Santana de Parnaíba que tem uma população de 139,4 mil, 49% menor do que a de Barueri, com 274,1 mil moradores, recebeu R$1,5 milhão do Governo Federal. Enquanto Barueri teve R$920,8 mil. As informações compiladas pelo TCE são repassadas pelas próprias prefeituras à Corte. 
Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 06 Mai 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/