Quinta, 03 Dezembro 2020

Política

Apesar da crise, prefeituras da região estão em dia com as contas

Política

Apesar da crise, prefeituras da região estão em dia com as contas

Análise do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo se refere aos municípios de Barueri e Santana de Parnaíba 

(Arte Folha de Alphaville/Agência Impacto)

De acordo com uma análise feita pela reportagem, junto ao Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), mesmo em um cenário nacional de crise econômica, as prefeituras da região fecharam o primeiro semestre deste ano com o caixa no azul.

Apesar disso, as administrações já empenharam a maior parte da quantia. Em Santana de Parnaíba, a relação receita prevista x acumulada teve variação positiva em 19,27%; a estimativa inicial de arrecadação era de R$ 451,2 milhões.

O cofre público, no período mencionado, somava R$ 538,1 milhões, sendo que R$ 317,5 milhões foram utilizados para despesas, o equivalente a 59%, restando R$ 220,6 milhões. O prefeito da cidade, Elvis Cezar, afirmou que a maior parte da verba é utilizada nos seis primeiros meses do ano porque a maioria dos contratos precisa ser lançada neste período. "Mas alguns a execução se dá no 2º semestre. Vamos executar o necessário com eficiência e não vamos entrar no vermelho em hipótese nenhuma", disse o gestor.

Para Elvis, o resultado positivo deve ser atribuído ao planejamento e gestão financeira rigorosa. "Para sempre se gastar menos do que a receita arrecadada. É o que temos feito. Acompanhamos dia a dia o que entra e o que sai", contou.

No município de Barueri, de R$ 1,4 bilhão arrecadado, R$ 1 bilhão já foi destinado para dívidas, ou seja, já foi comprometida 71,4% da verba total. A administração esperava uma receita de R$ 2,4 bilhões, mas só conseguiu acumular R$ 1,4 bilhões e ficou com um 'déficit' de R$ - 1 bilhão. Em 2017, as administrações mencionadas também fecharam o ano com saldo positivo.

A cidade de Barueri arrecadou R$ 2,5 bilhões e gastou R$ 2,3 bilhões; Santana de Parnaíba estava com um caixa de R$ 863 milhões e utilizou R$ 660 milhões para quitar dívidas. O município ficou com saldo positivo em R$ 202,1 milhões, superávit de 23,4%. 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 04 Dezembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/